Site feito para fãs do seriado conversarem e jogarem RPG.
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 Praça da Cidade

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 13 ... 19  Seguinte
AutorMensagem
Caroline Forbes
Vampiro
Vampiro
Caroline Forbes

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 24
Localização : De frente pro PC

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptyQui Abr 07, 2011 2:46 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Um lugar onde acontecem alguns dos festivais da cidade, podemos sempre encontrar com alguém conhecido, algumas lojas e um simples mercadinho onde todos compram as suas coisas de ultima hora, toda a cidade conhece o lugar.


Praça da Cidade - Página 7 Tumblr_mn168xq7PG1s7v08co2_500
some kind of happiness
Vampira. Controladora. Preferencia para Híbridos.


Última edição por Caroline Forbes em Qua Jun 29, 2011 1:51 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://thevampirediariesrpg.forumeiros.com

AutorMensagem
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re:   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 12:26 pm

O rosto dela não saía da minha cabeça, mesmo sabendo que algo estava por vir.

Elena deveria chegar a qualquer momento. O que eu deveria fazer caso a encontrasse? Klaus tinha uma forma especial de retirar toda a humanidade de uma pessoa. O que era mais terrível era o fato de eu não puder fazer absolutamente nada a respeito. Afinal, ele salvou a vida de Damon, e isso era algo que não poderia ser negociado com qualquer outra coisa senão o cumprimento da vontade assassina daquele monstro. Entretanto, será que o monstro que há dentro de mim seria tão diferente dele? Esses dias que passei junto a ele foram terríveis. Ainda posso sentir o cheiro do sangue das pessoas que ele me ordenou a perseguir. Quais seriam os planos dele em me enviar para Mystic Falls? Isso era algo que apenas o tempo poderia responder.

Enquanto sinto meus impulsos se acelerarem na expectativa de uma matança, percebo que alguém acaba de chegar à praça: Caroline. Como é bom ver seu rosto depois de tanto tempo. Por um momento ela me conforta, com aquele seu jeito que me faz lembrar Lexi. O que será que a minha velha amiga diria depois de tanto tempo, ao me ver retornar ao monstro que fui um dia? Decido me ocultar para que Caroline não me veja, pois qualquer descuido meu pode colocar as vidas de todos em risco. Apesar disto, acompanho-a de longe, pois preciso saber se está tudo bem com aqueles que amo. Posso perceber a alegria dela ao ver o festival sendo um sucesso. "Não pode ser", penso ao ver com quem Caroline acaba de se encontrar: Bonnie e... Elena. Céus, como esperei por esse momento. Como eu pude suportar ficar tanto tempo sem olhar seus adoráveis olhos. Eles parecem tão tristes. Como eu queria tirá-la daqui, levá-la para longe de todo o perigo que cerca esse lugar e sussurrar ao seu ouvido "eu te amo".

Eu tenho que fazer algo. Não posso suportar a ideia de saber que elas correm perigo.

- Caroline, se você pode me ouvir, tenha cuidado. - Falo na esperança de que meu aviso possa alertá-la.

Momentos depois, uma criança esbarra em mim. "Desculpe senhor", o garotinho diz com um rosto sem expressão. "Tudo bem, pequeno", respondo com um sorriso para ele. Mas ele parece segurar algo e estender em minha direção: ele me entrega um celular; sem falar mais nada sai como se nada tivesse acontecido. Seguro sua mão e pergunto: "Quem lhe mandou entregar isto?", pergunto sem entender. Ele responde, "o quê, senhor? Não sei do que você está falando". Ele simplesmente volta para sua vida, e logo está a correr junto às outras crianças. Logo chego à conclusão de que ele estava sobre compulsão.

O celular sinaliza uma mensagem recebida, a qual eu logo procuro ler. "Nem pense nisto". Seria possível que Klaus tivesse tamanho domínio da situação assim? Eu sequer chego a terminar meu pensamento, quando outra mensagem chega. "mate alguém em cinco minutos". Sinto meu corpo como que abrasar-se com essa ordem, sabendo que fui punido por tentar avisar sobre o risco que minhas amigas correm.

Preciso obedecer. Afinal, Klaus é um monstro que não se contenta com arrependimento...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Pierce
Vampiro
Vampiro
Katherine Pierce

Mensagens : 483
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 25
Localização : Logo ali..

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 1:44 pm

Olhei para as pessoas ao meu redor, aqui já estava bem movimentado. Crianças, adultos, adolescentes, vampiros, lobisomens e bruxas. Isto que é uma cidade diversificada. Olhei para cada pessoa daquela festa, elas ainda não tinham me reparado. Parei em dois rostos que eu estava esperando esta noite, Elena e Caroline. Sorri, e sai dali antes que elas me vissem e estragassem tudo.

Havia um palco na praça também, não era muito grande, era pequeno e simples. Há Primeira Dama estava falando nele agora falando um monte de baboseiras. Logo depois entraria uma banda, nada muito especial, mas esta seria a minha chance.

Fiquei escondida, atras do palco, não havia ninguém por ali e eu sabia que não tinha nenhum risco de alguém aparecer. Neste momento uma banda ruim tocava no palco, aquilo era uma tentativa muito fracassada de tocar Jazz. Acho que demoraria um pouco para eles pararem de tocar, e eu lamentava pelos meus ouvidos.

Passo meia hora e acho que ainda não estava nem perto de terminar aquele maldito show. Respirei fundo, não aguentaria mais aquela música. Sai do meu "esconderijo" e me dirigi para o palco. Assim que subi nele a banda paro de tocar e começou a reclamar que eu estava atrapalhando, sem demoras, olhei no olho de cada um.

- Vocês vão ficar quietos e vão me deixar falar, entendido? - na mesma hora eles ficaram quietos, com aquela movimentação no palco todas as pessoas presentes pararam e olharam para o palco, para ser mais exata para mim, acho que era a primeira vez que olhavam para o palco. Eu sorri.

- Olá Mystic Falls, estam gostando do festival? - eu perguntei, estava na frente do palco, peguei um microfone que estava lá, ninguém me respondeu. *Isto vai ser mais difícil que eu imaginava*

- Todos vocês devem estar pensando o que estou fazendo aqui. Simples eu vim aqui me apresentar. - eu sorri, a cara deles era tão engraçada, queria começar a rir ali mesmo, porém não podia. Olhei para Elena, ela estava assustada com certeza. - Não meu nome não é Elena, é Katherine Pierce. Sou irmã gêmea da Elena, mas eles nunca quiseram me assumir. - o agito foi grande na multidão, algumas pessoas olhavam para Elena e para mim, algumas pessoas ficavam perguntando como aquilo era possível.

- Eu vou contar minha história para vocês entenderem melhor. - fiz uma cara de triste, uma cara de menina boazinha. - Quando eu nasci, meus pais não quiseram me assumir, até hoje eu não sei o porque disto. Eu era só um bebê não tinha feito nada de errado. - meus olhos estavam lagrimejando. - Eu vivi em um orfanato durante anos, eu até que gostava de lá, era um orfanato de Freiras, elas eram muito boas com todas as crianças de lá. Eu era uma criança amorosa e muito obediente. Aos 7 anos de idade, eu fui finalmente adotada, foi o dia mais feliz da minha vida. As pessoas que me adotaram tinham o nome de Otávio Pierce e Marissa Pierce, a primeira vez que eu os vi, fiquei maravilhada, eles eram lindos e eram exatamente o tipo de mãe e de pai que eu sempre quis ter. O meu primeiro mês com eles foi perfeito, nunca eu havia estado tão feliz. A gente morava em uma mansão gigante, e pela primeira vez na minha vida eu não estava pensando no por que meus pais haviam me abandonado. - uma lagrima escorreu pelo meu rosto, eu vi que a maioria das pessoas estavam com lágrimas nos olhos, se emocionando com a minha linda história. Humanos se emocionam com tão pouco. - Tudo estava indo muito bem, até que minha minha mãe, a Marissa, ficou muito doente e faleceu. Eu muito triste e mais triste ainda meu pai ficou. Passou alguns anos e ele começou a beber todos os dias, e começamos a perder tudo, eu estava apavorada não sabia o que fazer e como agir, ficava a maioria do tempo trancada em meu quarto. No meu aniversário de 12 anos, ele chegou bêbado, eu já estava acostumada, mas desta vez ele queria falar comigo e ficou me gritando. Eu fui até a sala de estar onde ele estava, assim que cheguei lá, ele me agarro e começou a tentar me beijar, eu sai correndo mais ele foi atras. - suspirei, e fiz um gesto pedindo desculpas. - Desculpa, não gosto de falar sobre isto, mas vocês já devem saber o que aconteceu. - limpei o meu rosto, agora cheio de lágrimas. - Depois disto eu comecei a pesquisar, pesquisar sobre minha verdadeira família, passei todos meus outros anos pesquisando sobre isto e trabalhando para ter meu próprio dinheiro, já que havíamos falido. Não foi fácil conseguir as informações necessárias. Eu consegui uma informação que eles moravam aqui nesta cidade, assim que soube eu vim para cá. Chegando aqui, eu encontrei Caroline, amiga de Elena, ela havia me confundido com sua amiga. Depois que eu expliquei o que estava fazendo ali ela me levou até a própria Elena. De primeira eu fiquei com raiva, meus pais tinham ficado com ela e não comigo, mas depois fiquei feliz porque tinha uma irmã, uma irmã gêmea. Ela não me aceito e queria que eu fosse embora. Eu não fui, passei muito tempo procurando para no fim não achar nada. Depois de muita insistência, ela me disse que nossos pais haviam morrido. Para mim aquilo foi o pior que eu mesma estivesse morrendo. Eu queria muito ficar perto dela, e conhece-lá. Mas ela não deixava e dizia que eu não podia sair por ai, que ninguém podia saber de mim pra não estragar a reputação da família dela aqui na cidade. A sua amiga Caroline, cuidava para que ninguém descobrisse que eu estava aqui. No começo eu concordei, mas depois de um tempo eu vi que isto era errado. Por que eu deveria me esconder? Eu mereço uma vida também. Eu não fiz nada de errado, não machuquei ninguém. Por isto decidi vir aqui, e me revelar.

O silêncio se desfez assim que eu terminei de falar, eu sai do palco. Triunfante, eu consegui fazer o que queria. Agora além de não precisar fingir ser a Elena, as pessoas ainda iam ver ela e a Caroline como um monstro por ter me tratado daquele jeito. Eu sou um gênio.







how to be a heartbreaker

Boys they like a little danger
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 3:10 pm

Caroline havia acabado de chegar perto da gente quando começou um burburinho entre as pessoas e logo em seguida escutei uma voz conhecida dizer “Olá Mystic Falls, estão gostando do festival?” estanquei quando reconheci a voz de Katherine, Caroline se virou para o palco de boca aberta, eu então me virei lentamente para o palco rezando para que não estivesse acontecendo o que eu achava que estava. Katherine estava parada em cima do palco com o microfone na mão com a maior cara de cínica possível. Engoli em seco e olhei para Elena que parecia confusa e furiosa ao mesmo tempo.

“Não meu nome não é Elena, é Katherine Pierce. Sou irmã gêmea da Elena, mas eles nunca quiseram me assumir.” O burburinho começou a ficar mais alto. Definitivamente Katherine estava aprontando e pelo jeito a situação só ia piorar a cada segundo que se passava com ela naquele palco.

“O que ela pensa que esta fazendo?” falei para Caroline “Acha que devemos deixá-la terminar ou tira-la de lá pelos cabelos?” duvido que Caroline ou alguém realmente tenha me ouvido, estavam todos tão concentrados em Katherine que se fossemos tirar ela de lá nós só iríamos piorar a situação, o jeito era deixá-la falar tudo o que havia planejado e resolver o que fazer com ela depois.

Katherine contou a história mais mirabolante que alguém pudesse imaginar e o tempo todo se fez de vítima e santa deixando a imagem da família Gilbert a pior possível. Eu ainda não conseguia entender qual era realmente a intenção dela com isso, a não ser deixar Elena e Caroline mal em frente a cidade toda. Olhei em volta pensando no que fazer.

"Chegando aqui, eu encontrei Caroline, amiga de Elena, ela havia me confundido com sua amiga. Depois que eu expliquei o que estava fazendo ali ela me levou até a própria Elena. De primeira eu fiquei com raiva, meus pais tinham ficado com ela e não comigo, mas depois fiquei feliz porque tinha uma irmã, uma irmã gêmea. Ela não me aceito e queria que eu fosse embora."

"Agora chega! Ela já foi longe demais"

Deixei Caroline e Elena paradas onde estavam e sai em direção ao palco dizendo baixinho “Damon cadê você? Dá pra dar uma ajudinha aqui por favor e me ajudar a arrancar Katherine de la?” torcia para que Damon estivesse por ali e aparecesse para ajudar. Antes que eu pudesse chegar ao palco Katherine terminou seu cretino discurso e havia conseguido também acabar com o Festival.

As pessoas da cidade começaram a se virar e encarar Elena e Caroline que estavam paralisadas um pouco mais atrás, Elena ainda olhava para o palco e Caroline parecia estar se recuperando. Pensei em voltar para trás e tirá-las de lá, mas elas teriam que lidar com isso sozinhas porque agora o mais importante era ir atrás de Katherine.

“Alguém fique com a Elena e o outro venha me ajudar, por favor?” torcia para que Caroline e Damon escutassem isso. Segui Katherine que parecia toda radiante com o que havia acabado de fazer. “Katherine!” disse ainda um pouco distante dela, mas sabia que ela me escutaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 3:37 pm

Eu suspirei e me virei para Caroline. Em uma tentativa animada.

- Esta tudo bem, ficou ótimo. Acho que mais uma vez você conseguiu. Seus olhos iluminaram eu havia conseguido. Comecei a sorrir com com ela mas logo um voz chamou a atenção no microfone eu conhecia aquela voz me virei devagar ate presenciar Katherine no palco, as pessoas mais perto a mim me olhava, agarrei a mão de Caroline e Bonnie. E dei um olhar as duas, eu sabia que o mesmo desespero que estava estampado na cara das duas deveriam estar em meu rosto, meu corpo sucumbiu.

O que ela achava que estava fazendo?

Como se quem pudesse ouvir meus pensamentos, Katherine me encarou. E começou um discurso fajuto que era minha irmã gemea e que meus pais decidiram. Bonnie falava alguma coisa mais eu não escutava, Katherine enxugou lagrimas falsas.

Filha de um puta. Xinguei em pensamentos.

Ela desceu do palco eu fiquei estacada no local onde estava, derepente todos me olhavam com olhares acusadores me lembrei que tambem havia falado de Caroline, procurei pelo seus olhos, quando os encontrei, eu sabia que ela havia entendido que eu perguntava o que iriamos fazer.

Procurei por Bonnie, mas ela não estava mais por ali. Cheguei mais perto de Caroline.

- O que vamos fazer? Pelo amor de Deus fala que estou em pesadelo. Caroline a vadia falou que é minha irmã, com que direito ela acha que tem de invadir minha vida assim? Com que direito essa... Cortei a frase pelo meio. - Eu preciso sair daqui eu preciso ir embora, mas si eu for vão falar que eu tenho culpa não é? Cade o Damon?

Suspirei fechando os olhos e colocando o dedo na têmpora pressionando ali.

Fiz uma prece mental

" É tudo um sonho eu vou acordar, eu vou acordar e Stefan vai estar ao meu lado. E pronto."

Abri os olhos Caroline me olhava e a metade da praça também.

- Vem. Disse puxando a mão de Caroline - Nós não podemos ficar aqui no meio, com essa mil pessoas me olhando.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 4:01 pm

Assim que terminei de ler a mensagem no celular que Klaus ou algum de seus enviados me entregou de modo tão súbito, ouvi a voz de Elena ao microfone. Mas não podia ser Elena, afinal eu podia vê-la junta à Caroline e Bonnie. Não, não era Elena. Era Katherine. Definitivamente ela havia perdido qualquer senso que ainda restasse na sua alma depravada.

"Não meu nome não é Elena, é Katherine Pierce. Sou irmã gêmea da Elena, mas eles nunca quiseram me assumir."

O que ela estava fazendo?! Senti uma sensação terrível ao ver a reação das pessoas àquela declaração, e logo vi que teria que fazer alguma coisa. Entretanto, eu tinha pouco menos que cinco minutos para tirar a vida de alguém. Será que essa ordem seria realmente uma represália por eu tentar avisar Caroline a cerca do perigo que elas estavam correndo, ou será que era uma distração para que eu não fizesse nada contra Katherine?

"De primeira eu fiquei com raiva, meus pais tinham ficado com ela e não comigo, mas depois fiquei feliz porque tinha uma irmã, uma irmã gêmea. Ela não me aceito e queria que eu fosse embora."

"Agora chega! Katherine não pode mais brincar com as vidas das pessoas e sair impune." Se eu tenho que matar alguém, essa pessoa será ela. Aproveito o tumulto provocado pelo fim de seu discurso e me misturo à multidão, seguindo em direção ao palco. Vejo-a sorrir triunfante enquanto ela aprecia a confusão gerada. Mas seu sorriso cínico vai durar pouco, pois a mesma confusão que ela criou será a minha brecha para tirá-la daqui. No caminho para encontrá-la, vejo um dos pedaços de madeira utilizados como suporte para segurar a tenda de uma barraca. Arranco-o do chão e me apresso em direção a Katherine. É possível ver o êxtase estampado em seu rosto ao se deleitar com o caos que agora se instalou no que sobrou do festival.

- Game over. - Falo ao seu ouvido enquanto seguro carinhosamente sua nuca por trás, de modo que cravo a estaca nas suas costas, porém sem atingir o coração.

- Um movimento e termino o serviço aqui mesmo, querida., falo enquanto sinto meu rosto começar a mudar e minhas presas surgirem.

Apóio seu braço ao redor do meu ombro, enquanto seguro a estaca com a outra mão. Dessa forma, vou levando-a para longe daquele tumulto.


Última edição por Stefan Salvatore em Sab Jul 30, 2011 4:44 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 4:24 pm

Katherine estava um pouco a minha frente quando disse seu nome, antes que ela pudesse se virar alguém se aproximou tão rápido que mal consegui ver quem era. Quando dei por mim Katherine estava com uma estaca nas costas e alguém falava em seu ouvido. Estaquei quando vi quem era “Stefan?” minha voz quase não saiu quando me dei conta de que realmente era ele. Rapidamente Stefan foi tirando Katherine daquele tumulto. “Stefan?” gritei mais alto, olhei para o lado e não vi mais Caroline e nem Elena e ainda nem sinal de Damon ‘Onde ele se meteu nessas horas?’

Corri o mais rápido que eu podia para tentar alcançar os dois gritando por Stefan novamente. Nós o procuramos por tanto tempo que havíamos chegado a conclusão de que ele e Klaus não estavam mais na cidade e na verdade ele esteve por aqui esse tempo todo.

Cheguei o mais perto possível dos dois e disse ainda incerta de que estava realmente vendo ele, isso poderia ser só minha imaginação ou algo assim “Stefan, espera!” quando consegui vê-lo mais de perto pude perceber que realmente era Stefan, ele estava vivo e estava bem ali, praticamente na minha frente com a estaca ainda enfiada em Katherine.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 4:38 pm

Podia sentir a agonia de Katherine enquanto nos movíamos daquele lugar. Seu sangue estava começando a banhar minha mão segura na estaca, mas ela estava se limitando a sair dali sem chamar atenção, pois com um movimento eu poderia acabar com a sua vida.

Enquanto prosseguíamos, ouvi a voz de Bonnie que gritava “Stefan, espera!”. Nesse momento eu não podia deixá-la se envolver, pois toda aquela situação era muito perigosa, seja pelos olheiros de Klaus ou mesmo pela própria Katherine, que sabe ser muito traiçoeira. Contudo, precisava falar com Bonnie, então espero que ela se aproxime e falo:

- Bonnie, essa não é uma boa hora para você se arriscar. Você precisa cuidar da Elena! Eu tenho que tirar Katherine daqui o quanto antes.

Espero sua resposta enquanto vejo seu rosto pálido, como se ela estivesse encarando um fantasma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 4:50 pm

Stefan se virou para mim dizendo "Bonnie, essa não é uma boa hora para você se arriscar. Você precisa cuidar da Elena! Eu tenho que tirar Katherine daqui o quanto antes."

Ainda o olhava como se estivesse vendo um fantasma "Não é uma boa hora??" explodi sem aguentar mais me segurar "Não é uma boa hora Stefan? Você some todo esse tempo e agora diz isso? Onde você a está levando? Não é só você que quer acertar contas com ela" disse apontando para Katherine e depois parando e respirando "Você quer que eu simplismente vire as costas e finja que nada disso aconteceu? Que você não está aqui, é isso? Como você quer que eu vá até a Elena e não diga sobre você?" coloquei a mão na cabeça e olhei em volta pensando no que fazer. 'Rápido Bonnie, pensa rápido, antes que alguém perceba algo' me virei então para Stefan, seja lá o que ele está aprontando eu ainda sentia que podia confiar nele, fechei os olhos respirando profundamente e depois olhei para ele.

"Ta, ok" disse impaciente "Vou atrás de Elena, mas veja bem o que vai fazer com ela." disse saindo, parei me virei para ele e acrscentei "E não suma, quero saber que merda tá acontecendo antes de contar sobre você para Damon. Ele pelo menos precisa saber" disse vendo Stefan sair com Katherine.

Respirei profundamente mais uma vez e sai a procura de Elena e Caroline "Droga, o que eu faço agora?"
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 5:12 pm

Bonnie explode toda a sua frustração com tudo o que está acontecendo não apenas com ela, mas com tudo o que ela está assistindo Elena passar. Eu ouço tudo o que ela tem a dizer, sem contrariá-la.

"Vou atrás de Elena, mas veja bem o que vai fazer com ela. E não suma, quero saber que merda tá acontecendo antes de contar sobre você para Damon. Ele pelo menos precisa saber"

Ela sai para procurar Elena, mas parece tão desorientada, confusa. Eu preciso fazer algo urgentemente, pois seja lá o que Klaus esteja pretendendo, ele já conseguiu a atenção de todos nós. Procuro um lugar longe das atenções da cidade e levo Katherine para uma "conversa". Chegamos a um lugar deserto, onde posso finalmente interrogá-la. Coloco-a contra uma parede e pressiono levemente a estaca em suas costas. É possível sentir a agonia em seus gemidos.

- Agora somos apenas nós dois, Katherine. O que diabos você pensa que está fazendo com a Elena?!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Pierce
Vampiro
Vampiro
Katherine Pierce

Mensagens : 483
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 25
Localização : Logo ali..

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 5:39 pm

Meu sorriso era enorme, como será que a querida Elena iria sair dessa? Talvez ela simplesmente não saia. Estava tão contente que não percebi que havia alguém atras de mim.

- Game over. - era a voz de Stefan, ele seguro em minha nuca, o seu toque me deixou arrepiada, antes eu eu pudesse falar alguma coisa ele enfio uma estaca nas minhas costas, sem atingir meu coração, mas eu sabia que qualquer movimento podia mudar isto.

- Um movimento e termino o serviço aqui mesmo, querida. - Não podia ser Stefan, ele não era tão cruel. Apesar de qualquer movimento que ele fizesse poder me matar, eu gostei. Não era masoquista, mas isto significava que ele estava vindo para meu lado e com ele do meu lado eu conseguiria ter ele para mim mais fácil.

Ouvi alguém chegando e chamando o Stefan, parecia ser a Bonnie, mas eu não tinha certeza, tudo estava muito confuso, eu quase não conseguia abrir os olhos, era difícil até pensar. Era uma dor agoniante, aquela estaca de madeira perto do meu coração... A qualquer instante ele poderia me matar e eu já não estaria ali. E então do que serviria meus anos fugindo de Klaus, e agora que eu consigo me ver livre dele eu iria morrer, pelas mãos do meu amor. Eu não podia deixar isto acontecer, tinha que fazer alguma coisa. Olhei para os lados, com muita dificuldade tentando pensar em um modo de escapar.

Antes que eu conseguisse organizar meus pensamentos para conseguir escapar, ele foi me tirando dali, indo para um lugar mais deserto. A cada passo que a gente dava, a dor era tão que gemia. Precisava sair dali.

- Agora somos apenas nós dois, Katherine. O que diabos você pensa que está fazendo com a Elena?! - Então tudo isto era por causa dela? Eu já deveria imaginar. A pobre e coitadinha da Elena está indefesa depois da cena que a monstruosa e cruel Katherine fez.

- Vá em frente Stefan, enfie esta estaca no meu coração, e me tire da vida da sua amada Elena. - minhas palavras eram quase suspiros, mesmo com dor, eu dei meu melhor sorriso sarcástico. - Faça isto e fique mais parecido comigo. - seu silêncio era minha deixa. - Você gosta não gosta Stefan? Da sensação de matar, na sensação de tirar a vida das pessoas.








how to be a heartbreaker

Boys they like a little danger
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 6:19 pm

Meu ódio naquele momento fazia minha respiração ofegar. Como era possível odiar tanto alguém que era a imagem fiel de Elena? Mas era mais profundo do que isto. Eu um dia tinha amado Katherine, pelo menos antes de descobrir a verdade sobre ela.

- Vá em frente Stefan, enfie esta estaca no meu coração, e me tire da vida da sua amada Elena. Faça isto e fique mais parecido comigo.

Como ela se atrevia a jogar assim?

- Você gosta não gosta Stefan? Da sensação de matar, na sensação de tirar a vida das pessoas.

Neste momento eu podia sentir cada músculo da minha mão se enrijecer segurando a estaca. A vontade de terminar com a vida de Katherine era além do simples desejo de vingança por aquilo que ela tinha feito à Elena. A fonte do ódio era o fato de Katherine ser capaz de me enxergar. EU não suportava o fato de que, apesar do monstro que ela era, ainda assim ela era capaz de saber coisas ao meu respeito que eu guardava no mais profundo dos meus instintos. Mas não, eu não sou assim. Apesar daquilo que Klaus têm me forçado a fazer, eu preciso lembrar de quem sou. Foi por isso que Lexi lutou durante tantos anos, não posso deixar a sede de sangue que há nela achar qualquer semelhança em mim.

- Não pense que com esse seu discurso você vai me fazer soltar essa estaca! - Falo bem junto ao seu ouvido enquanto seguro seus cabelos. Entretanto, essa era uma tarefa quase que impossível, era como se eu estivesse fazendo aquilo com Elena.

- Por que você armou tudo isso, Katherine?! Você nunca iria se expôr assim se não tivesse algo maior em mente! Você não tinha apenas Klaus como inimigo, durante todo esse tempo você vêm traindo todos os que passam pelo seu caminho! O que você está tentando fazer em Mystic Falls?!

Sinto o ódio percorrer meu corpo enquanto espero sua resposta.


Última edição por Stefan Salvatore em Sab Jul 30, 2011 7:04 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Pierce
Vampiro
Vampiro
Katherine Pierce

Mensagens : 483
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 25
Localização : Logo ali..

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 7:00 pm

- Não pense que com esse seu discurso você vai me fazer soltar essa estaca! - ele seguro meus cabelos, por mas que ele não tivesse largado a estaca eu sabia que o meu breve discurso o atingiu. Eu olhei para os lados a procura de algo para eu escapar.

- Por que você armou tudo isso, Katherine?! Você nunca iria se expôr assim se não tivesse algo maior em mente! Você não tinha apenas Klaus como inimigo, durante todo esse tempo você vêm traindo todos os que passam pelo seu caminho! O que você está tentando fazer em Mystic Falls?! - O ódio era evidente em suas palavras, mas ele estava certo, eu havia feito muitos inimigos com o passar do tempo, mas também fiz amizades que eu podia aproveitar.

Eu estava contra a parede, havia um tipo de corrente de ferro pendurada do meu lado. Talvez ela pudesse me ajudar a sair dali, porém eu estava com medo, medo de fazer um movimento errado e a estaca ir parar no meu coração.

- Por que você volto querido Stefan? Sentiu minha falta? - minha voz ainda saia com uma certa dificuldade. Senti suas mãos se apertarem mais forte em meu cabelo, eu gemi, aquela dor estava sendo demais. - Ou você queria ver a Elena e o Damon juntos? - eu sabia que ele iria ficar abalado com isto. - Ela já te trocou Stefan, você não é nada para ela. Deveria ter me escolhido quando teve a chance. - Esta foi a hora, eu vi que ele abaixou um pouco a guarda, não muito mais o suficiente para eu poder sair dali, ou pelo menos tentar.

Meu braço estava em seu ombro, eu respirei fundo para conseguir forças, e o empurrei, não foi muito longe, mas por este espaço que eu consegui entre nos dois, eu peguei a corrente de ferro que estava ao meu lado e passei pelo seu braço e o puxei para longe, a dor foi horrível, aquele golpe tinha rascado minha pele. Ele não esperava por isto, com certeza. Logo os dois estavam frente a frente, ficamos nos encarando. Minha dor ainda estava lá, claro, bem menor que antes, mas estava.

- Como você se sente Stefan, sendo trocado?



[OFF: Só vou responder amanhã, to saindo agora. ]







how to be a heartbreaker

Boys they like a little danger
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySab Jul 30, 2011 7:38 pm

- Por que você volto querido Stefan? Sentiu minha falta? Ou você queria ver a Elena e o Damon juntos? Ela já te trocou Stefan, você não é nada para ela. Deveria ter me escolhido quando teve a chance.

Suas palavras soaram amargamente ao meu coração, pois Katherine sabia que aquilo era a única coisa que poderia me ferir. E apesar de eu estar ciente dos seus artifícios sujos, mais uma vez ela era capaz de ver dentro do meu coração. Todo o sofriemnto que eu causei à Elena não era justificável, e eu sabia o que Damon sentia por ela. Aquelas palavras me enfraqueceram, pois aquelas eram as pessoas por quem eu seria capaz de entregar minha vida. Afinal, Katherine ainda tinha armas suficientemente fortes para se defender.

Aquela era Katherine. Tudo que ela fazia era pela sua própria sobrevivência, de modo que não importava quem ela tivesse que machucar pelo caminho: enquanto eu estava de guarda baixa, ela conseguiu juntar forças para um último esforço de luta por sua vida e, com a ajuda de uma corrente que eu sequer havia percebido devido a raiva que se apoderou de mim, ela conseguiu se soltar e ficar há uma certa distância de mim.

- Como você se sente Stefan, sendo trocado?

Estava claro que nossa luta não era mais corporal. Agora estávamos no terreno de Katherine, junto à todas as suas armas sujas.

- Eu não estou sendo trocado, Katherine. Não confunda o amor de Elena por seu egoísmo. E ainda que eu estivesse sendo trocado, não seria a primeira vez, certo? Afinal, sua sobrevivência sempre foi mais importante do que qualquer outra coisa, ou estou mentindo?

Percebo que a sua dor é grande, mas não posso subestimá-la. Ela não chegou até aqui por acaso. Katherine é uma sobrevivente. É possível respirar a tensão do ambiente.

- Eu não vou deixar você continuar tendo domínio sobre minha vida. Não mais.

Ao falar isso, eu avanço em sua direção e seguro o seu pescoço. Mas por um instante eu sinto como se tudo aquilo fosse errado. A quem eu estava enganando, eu não poderia matar Katherine. Por um instante eu lembro de sua doce expressão na Festa dos Fundadores em 1864. Ela era como um anjo. Por mais uma vez não consigo acabar com Katherine...

O celular que recebi acaba de tocar, e observo pela expressão de Katherine que hoje a única vitoriosa foi ela. Encaro-a durante alguns instantes antes de atender.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Caroline Forbes
Vampiro
Vampiro
Caroline Forbes

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 24
Localização : De frente pro PC

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptyDom Jul 31, 2011 3:41 pm

[OFF] aaaaaaaaaaaaaaaai, parem, espera eu ler tudo isso e.e
AUHSUAHS, ok, parei ;X


Praça da Cidade - Página 7 Tumblr_mn168xq7PG1s7v08co2_500
some kind of happiness
Vampira. Controladora. Preferencia para Híbridos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://thevampirediariesrpg.forumeiros.com
Caroline Forbes
Vampiro
Vampiro
Caroline Forbes

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 24
Localização : De frente pro PC

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptyDom Jul 31, 2011 4:05 pm

Caroline ouviu tudo aquilo que Katherine disse, de boca aberta, por assim dizer... A história, era totalmente absurda.

-Não, não, não, não e não! Desgraçada! - Gritou eufórica, Elena me puxou para um canto, onde as pessoas ainda nos encaravam, como se fossemos as culpadas! Diabos, por que Katherine simplesmente não morre? Desgraçada, vadia dos infernos.
Aquela mulher, monstro, havia destruído o dia de Caroline, e em partes o ano todo, a vida toda talvez. E para Caroline, isso já havia sido a gota d'agua.

E Stefan? Como ele pode fazer isso com ela? Ele havia sumido. E agora me faz tal coisa, virei Elena na direção oposta a tudo aquilo. Não, sabia que Stefan não iria querer isso.- Elena, eu.. eu. - Gaguejou diante a amiga, e se sentiu ainda mais inútil, se era possível. Podia ver, que Stefan levou Katherine para longe, e ela rezava com todas as suas forças, para que Deus fizesse o devido favor de exterminar Katherine da face ta terra.

Aquela mulher, era maluca, e como ela envolve meu nome assim? Como ela pode fazer tal coisa com Elena? Já não basta toda a exposição que a vida da garota virou, pais mortos, parentes mortos... E agora isso? Não. Isso não estava certo.

- Elena, vá para sua casa, saia dessa bagunça o quanto antes. O mais rápido que puder, na casa dos Salvatore. - Especificou, dito isso Bonnie apareceu, estranhamente assustada, enquanto evava Elena, trocaram olhares. Ambas sabiam, e ambas no mesmo segundo souberam que Elena devia ir para longe dali.

Mas ela estava caminhando para longe delas, foi até o palco, não sabia o que teria que fazer... Mas ela tinha de fazer alguma coisa. E seja o que Deus quiser.


Praça da Cidade - Página 7 Tumblr_mn168xq7PG1s7v08co2_500
some kind of happiness
Vampira. Controladora. Preferencia para Híbridos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://thevampirediariesrpg.forumeiros.com
Damon Salvatore
Vampiro
Vampiro
Damon Salvatore

Mensagens : 265
Data de inscrição : 06/04/2011

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptyDom Jul 31, 2011 4:36 pm

Damon estava cansado, de saco cheio daquela baboseira de festa. Algo assim, calma de mais, estava simplesmente errado, e muito.

Um rapaz, estava o encarando. De mais, Damon o encarou tediado, e caminhou em sua direção.

- Desculpe decepciona-lo, mas este cara aqui curte mulher meu amigo. - Disse parando a sua frente, cruzou os braços e o encarou, ele estava com uma expressão pertubada, parecia que estava suado, não estava gostando disso, mas não gostou de ver o encarando mais ainda.

- Você, seu sugador de sangue maldito, vai pagar por tudo que fez. - Disse o rapaz, ele foi rapido, e mirou em cheio um soco no rosto de Damon, o lugar era afastado, então chamou pouca atenção quando Damon o empurrou e rapidamente, o prendeu pelos braços. - Então você sabe o que eu sou, acho justo ambos sabermos um dos outros. O que eu fiz para você? Minha lista de inimigos é muito longa, talvez eu já tenha me esquecido de você..

Isso pareceu o irrita-lo mais, que ele tentou se livrar do aperto de Damon, ele se livrou do aperto com uma força anormal para um humano comum. Damon o socou, visto que não o satisfez, socou mais uma vez - Isso foi pelo soco, agora vamos que eu tenho mais o que fazer... O que você quer?

Cambaleando para traz, ele passou a mão no seu rosto e o olhou, seu olhar era de puro ódio. - Amanhã, e você vai morrer, eu prometo isso a você, Damon.. Disse isso, e saiu correndo, desaparecendo da vista dele. - Oh, ótimo, estarei esperando... - Murmurou enquanto caminhava para o seu canto inicial.

Acompanhou a conversa das garotas, Caroline havia chego, a Vamp Barbie estava animada, e maluca, como sempre. Mas Elena não estava muito animada. O motivo? Stefan, é claro. Elena não podia tira-lo da mente, e não poder fazer isso por ela, deixava Damon raivoso, deixava ele com ódio de si mesmo. Por ama-la, por não conseguir deixar de ama-la e pelo fato dela ser a namorada do seu irmão mais velho. Ótima vida que tenho.

Até agora nada de estranho havia acontecido, mas é claro. Era como havia pensado antes, essa festa não ia dar certo. Katherine subiu no palco, e começou a fazer sua acenação, e como ela fazia bem. Até poderia se deixar levar pelo seu papo, se já não tivesse caído nele o suficiente para uma vida longa, como a deles. Se havia uma palavra que podia definir Katherine, além de vadia, seria fantástica. Não gostava dela, e nem a queria por lá. Mas não podia negar de sentir-se orgulhoso por Katherine.

Mas nada disso se comparou ao que ocorreu a seguir, seu irmão, Stefan, deu o ar de sua graça. Damon quis mata-lo, aquele imbecil, estupido... Queria ir até ele e socar a sua cara até cansar, o que ele achava que estava fazendo? Não, errado... Damon não estava aprovando o que via.

Mas sua prioridade era Elena, viu que ela e suas amigas estavam perplexas, não acreditavam no que Katherina dizia. Caroline, mostrou-se útil para algo e disse para Elena sair dali. Damon confiou que ela seguiria o conselho de sua amiga. Seu foco agora era Stefan, aquele garoto estava bancando o heroi, não que fosse uma novidade, mas a novidade era sua força... Stefan não era assim, e diabos. Damon estava cego ou ele tinha uma estaca dentro de Katherine? Mas não, as coisas foram rapidas

- WOW WOW! Vocês estão dando uma festinha, e não me convidam? - Disse os olhando, divertido. - Tsc tsc, Katherine- Disse a pegando pelo braço, sem muitos esforços, já que ela estava ficando fraca, mas ainda sim estava preparado, para qualquer surto que ela pudesse ter. - Você se tornou atriz? Ótima acenação, se eu pudesse lhe daria um Oscar. Sua vadia, o que você tem nessa sua cabeça ? Agora quer ser a irmãzinha de Elena? - Seu tom era duro, Damon não estava surpreso afinal, isto era o que ele gostava da ação, Stefan estava ao telefone, o que deixou Damon irritado. Pegou o celular da mão dele e arremesou para longe.

- E você merece apanhar mais, deveria deixar Katherine te bater, onde estava esse tempo todo? E eu acho muito bom você não me erolar, irmãozinho. - Disse apertando o braço de Katherine, que estava tentando se livar dele. - Comporte-se maluca. As pessoas hoje estavam atacadas, Damon encontrou mais de três problemas em menos de meia-hora, estava fiando boa essa noite.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re:   Praça da Cidade - Página 7 EmptyDom Jul 31, 2011 8:02 pm

Enquanto larguei o pescoço de Katherine para atender ao telefone, ouvi a voz inconfundível de Damon, "WOW WOW! Vocês estão dando uma festinha, e não me convidam?". Agora sim iria tudo terminar de dar errado nessa noite...

- Vejo que não demorou muito para conseguir problemas. - Era Klaus ao telefone, falando com um ar de deboche - Seu conflito particular com Katherina não é sua prioridade em Mystic Fall...

Nesse momento Damon toma o celular da minha mão, e arremessa-o longe, dizendo logo em seguida:

- E você merece apanhar mais, deveria deixar Katherine te bater, onde estava esse tempo todo? E eu acho muito bom você não me erolar, irmãozinho.

Não bastasse tudo o que estava acontecendo devido aos devaneios assassinos de Klaus, agora eu teria que lidar com o interrogatório de Damon.

- Acho que nós temos um problema bem mais urgente para resolver, Damon. Katherine conseguiu tornar a vida de Elena um inferno maior, e nós temos que resolver isso de algum jeito, mas não hoje.

Sinto que ele está impaciente, e que não sairá dali sem uma explicação.

- Olha, tem algo maior acontecendo na praça neste exato momento, e tem tudo a ver com... - Neste momento eu exito e continuo em seguida - Nós temos que libertar Katherine agora, ou Elena vai sofrer as consequências. Eu não posso explicar nada agora, mas você tem que fazer isso, ok?

Espero pela sua resposta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 12:42 pm

"Vou embora o caralho." Eu disse revoltada andando para longe de Caroline "To cansada de todo mundo me mandar ficar segura quando tem algo acontecendo. Agora virei uma ovelhinha indefesa" Nem eu havia entendido minha comparação.Meus passos eram de apreçados, quando percebi uma senhora me olhando, se ela não fosse tão fofoqueira eu poderia deixar quieto, mas eu estava com raiva. "Que foi?ela não é minha irmã porra nenhuma." Eu disse a senhora, ela arregalou os olhos em espanto eu simplesmente mexi a mão como se estivesse espantando um animal e comecei a andar novamente, para onde eu estava indo mesmo? Avistei Bonnie, decidi que era dela que precisava, fui ao seu encontro.

"Não me manda ir embora você tambem, o mania idiota que vocês tem." Eu disse dando uma pausa para respira, quando ela não respondeu, continuei "Cade aquela vadia louca?" Eu disse levantando a cabeça procurando por Katherine. Ela havia ferrado com tudo simplesmente não poderia sair impune, alguém tinha que fazer algo. Vadia louca. Xinguei em pensamento.Parei encarando Bonnie. Ela estava quieta encarrando o nada.

"Meu Deus Bonnie o que houve?" Bonnie estava pálida e com um olhar longe, ela nem havia discutido comigo sobre ficar na festa ou não. Agarrei seu compro e chacoalhei quando não tive resposta. "Bonnie o que houve?"

Seja lá o que tinha acontecido era algo fora do normal, nem mesmo o show de Katherine havia a deixado assim. Eu olhei ao redor procurando por algo estranho olhei o caminho que Bonnie havia vindo quando a encontrei. Estreitei os olhos pelo caminho. Ou eu estava ficando louca. É eu estava ficando louca, minhas pernas bambearam por alguns segundo eu prendi a respiração ou talvez eu tenha esquecido de como era respirar.

"Aquele..." eu disse tentando clarear meus pensamentos. "Aquele é Stefan?" Minha voz saiu engasgada, entre um soluço, segurei a lagrima que deseja sair dos meus olhos, só então eu fui perceber que ele não estava sozinho. Katherine e Damon estavam com ele, meu coração deu uma batida e parou.

Eu comecei a andar em sua direção, eu só queria chegar mais perto, sentir seu cheiro, abraça-lo, colocar minhas mãos em seu rosto perfeito e dizer o quanto eu o amava, quanto senti sua falta, quanto desejei que ele estivesse comigo. Mas com um solavanco fui puxada para traz Bonnie me segurou!

Dei um olhar acusador a ela, mas eu estava perdendo tempo, meus olhos sentiam falta de Stefan decidi que precisava vê-lo mais um pouco, voltei meus olhos a ele, com Bonnie ainda me segurando, uma lagrima escorreu pelo meu rosto não me importei de segura-la. Nesse instante ele me olhou.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Alec Lancaster Ashcroft

Alec Lancaster Ashcroft

Mensagens : 204
Data de inscrição : 07/05/2011
Idade : 33

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 12:55 pm

Cheguei adiantado no festival, mas fiz questão de permanecer incógnito. Por algum motivo, me sentia bastante inquieto. Eu sabia que havia algo de errado abaixo daquele festival, desde que aparecera na organização. Eu tinha certeza de que algo estava errado nisso tudo, apesar de todos os detalhes que meus sentidos aguçados me enviavam me presenteavam com meras evidências circunstanciais. Isto é, não podia provar que aquela sensação incômoda era mais que simplesmente, ansiedade sem motivo. Por isso, preferi ficar sozinho, enquanto me misturava à multidão.

Vi vários rostos conhecidos no entanto. Caroline estava lá, linda e loura. Bonnie e Elena tambem estavam juntas, e o clima parecia animado entre as três amigas. Ver o sorriso de Caroline diminuiu minha ansiedade e fez com que eu me preocupasse um pouco menos com aquela sensação, trazendo um sorriso aos meus lábios. Katherine tambem estava la, subindo no palco. Franzi o cenho, enquanto assisti à cena. Ao pegar o microfone, a ouvi usando compulsão nas pessoas do palco, e então ela começou a falar.

Fiquei impressionado. Quero dizer, eu sabia que ela era uma ótima atriz, claro, mas aquilo foi digno de um oscar. Mas tenho que admitir que senti meu sangue ferver quando ela colocou Caroline no meio do rolo. Vi as pessoas começando a olhar estranho para Caroline e Elena, e Bonnie partiu para confrontar Kath, que se despedia da multidão com lágrimas nos olhos. Observei enquanto ela era abordada por um sujeito desconhecido na lateral do palco, e vi nitidamente quando o homem cravou uma estaca em suas costas. Pensei que era o fim dela, mas consegui ouvir a conversa de ambos. Ela ainda estava viva.

Suspirei. Agora possuia três pessoas com muitos problemas, e apenas um Alec, que apesar de ser um sujeito bem rápido, continuava sendo apenas um. Elena começava a deixar o local, e Caroline se dirigia... para o palco?! Ok, duas pessoas com muitos problemas. Decidi ajudar aquela que estava a ponto de morrer primeiro. Me aproximei de Katherine e do agressor por entre as árvores, enquanto escutava a conversa de ambos. Pareciam se conhecer de algum tempo, e pude ouvir claramente quando ela o chamou de Stefan. Antes que eu tivesse chegado, escutei a voz de Damon, que parecia conhecer o outro homem tambem. Ambos estavam discutindo. Tinha de esperar a oportunidade certa. Eles eram ambos bem mais novos que eu, mas ainda assim, ser descuidado levava à morte prematura.

"Comporte-se Maluca." - Ouvi Damon para Katherine e nesse momento, o outro vampiro, Stefan, olhou para outro lado, sua expressão se alterando por completo. Segui o olhar e vi Elena tambem o olhando. Xinguei-a mentalmente por não ter ido embora, mas agradeci a ela pela oportunidade. Deixei o esconderijo rápido como o vento.

Segurei Damon pelos ombros e o arremessei contra uma arvore, com tanta força que ouvi a árvore estalar, rachando com o impacto. Um milésimo de segundo depois ja me lançava contra Stefan que ainda estava destraído com Elena. Soquei fortemente seu abdômen, tambem o enviando para longe de mim e dela, e então me virei para amparar a enfraquecida Katherine. Sangue manchava suas roupas nas costas, e seus olhos mal estavam abertos. Segurei a estaca e lutei por um momento com a vontade de enfiar o resto do pedaço de madeira no peito dela, pelo que fez com Caroline. Mas antes que Damon e Stefan voltassem para me atacar, retirei a estaca de seu peito ajudando-a a ficar de pé.

"Pronto. Melhor assim?" - Perguntei pra ela, soltando-a. Parecia que iria conseguir ficar em pé normalmente agora. Olhei para Damon e Stefan - "Desculpem caras, mas não podia deixar vocês matarem Katherine, mesmo que eu tambem esteja muito puto com ela nesse momento..." - Olhei torto para Kath, e então de novo para o resto. Estava preparado para qualquer coisa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Pierce
Vampiro
Vampiro
Katherine Pierce

Mensagens : 483
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 25
Localização : Logo ali..

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 1:29 pm

Eu estava encarando o Stefan preocupada por ele ainda querer me atacar. Antes que eu pudesse responder ele, ouvi um celular tocando, era o de Stefan ele o atendeu rapidamente. Fiquei curiosa, mas acho que já sabia afinal quem era. Estava pronta para fugir dali, novamente eu me distrai hoje e não vi Damon chegando.

Ele estava como sempre com aquele ar de ironia, segurou meu braço, dava para perceber que ele não estava usando quase nenhuma força, mas era o suficiente, toda a minha força eu havia gastado para me soltar de Stefan, aquela estaca nas minhas costas estava me deixando cada vez mais fraca. Com eles dois ali, eu não conseguiria fugir, não assim fraca como estava. Damon jogou o celular de Stefan longe, o que antes era um celular agora era apenas pedacinhos de plastico. Enquanto ele conversava com Stefan, tentei me soltar. Sem sucesso, ele ainda me chamou de maluca. Ah, estes dois me pagam.

Stefan disse que era melhor me soltar para o bem de Elena, com certeza tinha Klaus no meio disto tudo. Olhei em volta, preciso sair daqui. Agora.

Para minha surpresa, Alec apareceu. Mandando Damon para um lado e Stefan para outro. Ele arranco a estaca de minhas costas, e me ajudou a ficar de pé. Na mesma hora eu me senti mais forte.

- Pronto. Melhor assim? - ele perguntou olhando para mim, eu acenei com um sim. - Desculpem caras, mas não podia deixar vocês matarem Katherine, mesmo que eu tambem esteja muito puto com ela nesse momento... - Ah, claro. Eu compliquei o lado de Caroline também, ainda assim sorri. Eu consegui mais coisas que eu imaginava. Damon e Stefan estavam levantado neste momento, olhei para Alec.

- Alec, obrigado pelo sua demonstração de heroísmo. Creio que queira ver sua Barbie agora não é mesmo? Ela deve estar completamente perdida com as pessoas da cidade julgando ela. - eu olhava bem nos olhos dele, cheguei perto, agora minhas forças estavam ótimas, e já tinha me cicatrizado. - Não fique com raiva de mim. Você é uma das únicas pessoas a qual eu não queria prejudicar. - sorri, eu falava a verdade. Alec era da minha forma especial para mim, eu não iria o querer contra mim.

Olhei para Damon agora, a raiva estava em meus clara. - Ah Damon, Damon. O que eu faço com você? - suspirei, fui andando até ele. Passei a mão no seu rosto, e o segurei forte, obrigando a olhar para mim. - Quantas vezes será preciso você ver que não pode fazer coisas como esta comigo? Eu sou te transformei e você quer me confrontar? - eu falava serio, olhando em seus olhos a cada palavra dita.

Ouvi Stefan se levantando. - Não pense em me atacar novamente Stefan, nem a mim, e nem a Alec. Você deve estar atrasado pra seu compromisso não é mesmo? - falei ainda olhando nos olhos do Damon, soltei seu rosto e me virei na direção de Stefan. Pela sua expressão, ele pensava que eu com certeza não percebi o que ele estava fazendo por aqui. Eu ri, ri alto. Minha risada era uma mistura de risada de um anjo com um tom de maldade.








how to be a heartbreaker

Boys they like a little danger
Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 1:40 pm

Sai dali deixando Stefan lidar com Katherine sozinho, me senti super mal por voltar para trás, mas manter Elena segura nessa confusão toda era o mais importante para mim no momento, se Katherine sobrevivesse eu me acertaria com ela depois. Olhei em volta, naquela confusão toda e vi Elena e Caroline. 'O que vou dizer pra ela agora?' antes que eu pudesse sequer pensar em alguma coisa vi Elena sair de perto de Caroline e seguir em minha direção.

"Não me manda ir embora você tambem, o mania idiota que vocês tem.Cade aquela vadia louca?" Elena olhou em volta tentando ver para onde Katherine havia ido. Eu evitava olhar Elena nos olhos, como mentir para ela sobre Stefan se eu sabia o quanto ela sofria pela ausência dele. Não sabia o que fazer, como agir, se contava ou não, ela provavelmente iria querer ir até ele e se Stefan estava por aqui Klaus provavelmente também estaria e isso não seria nada prudente e seguro para Elena.

"Meu Deus Bonnie o que houve?" escutei Elena falar comigo sem realmente processar o que ela disse então senti ela me chacoalhar dizendo "Bonnie o que houve?" olhei então para ela tomando minha decisão, não poderia mentir, não para ela e não sobre isso, ela precisava saber, o jeito era como contar isso para ela.

Respirei fundo e comecei "Elena" mas ela havia se distraido olhando para os lados, ate que ela estancou, segui seu olhar e percebi que ela havia acabado de ver Stefan 'Droga, não era paraser assim'

"Aquele...Aquele é Stefan?" Elena disse com dificuldade e com os olhos já cheios de lágrimas. Damon havia se juntado a Stefan e Katherine e pelo jeito as coisas haviam ficado mais complicadas, senti um impulso de ir até lá para o caso de algo der errado, mas a preocupação com Elena era maior, e já que não conseguiria tirá-la de lá o melhor era mantê-la longe daquela confusão toda.

Elena começou a sair em direção a Stefan e eu a puxei para trás, ela me olhou de forma acusadora e depois olhou para Stefan novamente. "Você não vai lá Elena, não é seguro" ela e Stefan ficaram se olhando, Elena então começou a chorar. "Droga" sussurrei. "Vem Elena, vamos para outro lugar, depois você fala com ele, agora não é a melhor hora" acabei de dizer isso e vi Alec se aproximar dos três e jogar Damon e Stefan longe ajudando Katherine 'Otimo, me entendo com ela depois' aos poucos Damon e Stefan foram se recuperando e levantando. Stefan olhou para Elena novamente e eu pude ver a dor em seus olhos.

Não podia tirar Elena dali, não mais, não depois disso. Ela precisava vê-lo e eu iria mantê-la ali, em segurança, na praça, longe de Stefan, se fosse seguro, ele se aproximaria. Olhei em volta procurando Caroline, mas nem sinal dela. falei para Elena que parecia não ter me escutado então a puxei lentamente até uma mesa um pouco ao lado. Ela me olhou tentando protestar. "Calma, só vou te levar para sentar, não vou te tirar daqui"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re:   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 2:05 pm

Toda a ação foi muito rápida. Enquanto eu tentava convencer Damon a soltar Katherine, fui capturado pela imagem de Elena que estava paralisada observando tudo com uma aparência de total desolação. Não consegui me conter com aqueles seus olhos, senti meu corpo inteiro em chamas ao perceber o perigo que ela corria ali. Entretanto alguém entrou na situação, lançando Damon contra uma árvore e, em seguida, me golpeando no abdômen. A dor era terrível, de modo que eu percebi que o rapaz desconhecido por mim não era um simples humano. Imediatamente voltei meu olhar para Elena, para me certificar de que ela ainda estava segura, quando vi Bonnie removendo-a dali. A dor era tamanha, não apenas pela injúria física, mas por ver Elena naquela situação.

Mas Bonnie conseguiu mantê-la fora daquilo, de modo que minha atenção agora estava voltada para Katherine e o rapaz, cujo nome ouvi dos lábios dela: Alec. Enquanto Katherine debocha de Damon, percebo que tudo aquilo é apenas uma encenação previamente orquestrada.

- Não pense em me atacar novamente Stefan, nem a mim, e nem a Alec. Você deve estar atrasado pra seu compromisso não é mesmo? - Katherine fala, com uma expressão angelical.

Dirijo minhas palavras a Alec:

- Seja lá quem você for, se não quiser ser usado como mais um peão nesse jogo é melhor ter muito cuidado no que vai fazer a partir desse momento, rapaz.


Olho para Damon, lendo a sua expressão. Sei que aquilo tudo não vai terminar bem, mas temo que a essa altura esse já seja um mal inevitável.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Alec Lancaster Ashcroft

Alec Lancaster Ashcroft

Mensagens : 204
Data de inscrição : 07/05/2011
Idade : 33

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 2:29 pm

"Seja lá quem você for, se não quiser ser usado como mais um peão nesse jogo é melhor ter muito cuidado no que vai fazer a partir desse momento, rapaz." - Rapaz? Ele me chamou de rapaz? Aquele jovem era bem audacioso. Mas ele tinha razão. Aquela confusão toda não era minha, e eu ja tinha se envolvido demais, e apenas porque Kath estava com problemas. Algo em Kath me seduzia a ponto de me fazer intervir, mas aquele ponto era o suficiente. Eu ja tinha outras preocupações em mente.

Voltei meu olhar para Kath que estava perto de mim, e afirmei, sentindo a mão dela, suave, em meu rosto. Algo nas palavras dela me deixava feliz. Por algum motivo, gostava do fato de que do jeito próprio dela, Katherine valorizava nossa relação. Ela estava sendo sincera, e isso me acalmou um bocado. Afirmei novamente com a cabeça - "Não se preocupe. Eu ja sabia que você não se dava muito bem com o resto do pessoal todo. Apenas mantenha ela de fora na próxima - pedi, nenhuma exigência em minha voz. "Mas o moleque esta certo. Essa briga não é minha." - estendi a mão e belisquei suave e afetuosamente o rosto de Katherine - "O resto é com você, gatinha. Como você disse, tenho que dar um jeito de ajudar Caroline tambem. Eu falo com você depois." - disse, e então, com um sorriso irônico, acrescentei. - "E fico feliz que tenha apreciado meu heroísmo." - me afastei enquanto Katherine se aproximava de Damon.

Dito isso, dei uma olhada séria em Damon, que parecia cogitar a idéia de tentar revidar. Eu esperava que ele fosse esperto e não o fizesse, ja que iria parecer muito violento para os outros se arrancasse o coração dele de dentro do peito. Olhei para Stefan que ja parecia alguem bem mais centrado que seu irmão. - "Perdoe-me pela violência, mas eu precisava ter certeza que não machucariam Katherine. Espero que não guarde ressentimentos." - passei por ele e dei um leve tapinha em seu ombro. Bonnie tentava fazer Elena se afastar, mas ela não parecia convencida da necessidade de fazê-lo. Parei diante das duas, olhando para Bonnie.

"É melhor dar um jeito de tirar Elena daqui e rápido. Eu vou ajudar Caroline." - disse, tentando soar o mais calmo e sob controle da situação, possível. Não sabia se ela confiaria em mim, mas nesse ponto não importava. Ninguem tinha muita escolha, dada a situação. Eu havia falado com Bonnie apenas uma vez, mas gostei bastante dela. Esperava que ela não estivesse muito irritada comigo por salvar Katherine. Acenei para as duas de leve, com a cabeça, e sem mais nada para fazer ali, segui em direção ao palco, onde Caroline parecia fazer questão de arranjar mais problemas.



Última edição por Alec Lancaster Ashcroft em Seg Ago 01, 2011 5:02 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Katherine Pierce
Vampiro
Vampiro
Katherine Pierce

Mensagens : 483
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 25
Localização : Logo ali..

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 4:08 pm

Stefan me ignoro totalmente, e disse para Alec algo do tipo " Não seja o peão dela e caia fora". O Stefan as vezes era tão antiguado. Revirei os olhos.

- Não se preocupe. Eu ja sabia que você não se dava muito bem com o resto do pessoal todo. Apenas mantenha ela de fora na próxima. Mas o moleque esta certo. Essa briga não é minha. - A voz de Alec não tinha um tom exigência quando ele pediu para deixar a Caroline de fora, isto era umas coisas que eu gostava dele, não sabia ainda suas intenções mais eu tinha esperança que elas não eram tão boas quanto as minhas. Ele deu um beliscão leve e carinhoso em meu rosto. - O resto é com você, gatinha. Como você disse, tenho que dar um jeito de ajudar Caroline tambem. Eu falo com você depois. E fico feliz que tenha apreciado meu heroísmo. - eu sorri de voltar para ele. Claro que eu havia apreciado, ficaria devendo ele. Antes de ir embora, ele paro em frente ao Stefan. - Perdõe pela violência, mas eu precisava ter certeza que não machucariam Katherine. Espero que não guarde ressentimentos. - e foi embora dando uns tapinhas "camaradas" no ombro de Stefan.

É eu já sabia que a Elena tinha visto Stefan e toda aquela coisa de "Ah meu amor volto". Eu tinha visto a hora em que ela olhou para ele, ele olhou para ela e enfim. Não queria pensar no casal agora. Tinha que ficar viva ainda, não sabia quão bravos ambos dos irmãos delicias estavam comigo. Respirei fundo.

- Eu sei que você está assim porque a sua amada e infessa Elena foi afetada. Mas, good, quanto drama. Ela não vai morrer porque as pessoas acham que ela é minha irmã. - suspirei. - Tente me matar de novo, e serie obrigada a arrancar seu coração, Stefan.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Camille Bertrand

Camille Bertrand

Mensagens : 13
Data de inscrição : 12/06/2011

Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 EmptySeg Ago 01, 2011 6:09 pm

Depois de uma longa ida a uma área afastada da cidade, Camille finalmente pode voltar ao centro da ciadade, o cheiro dos humanos estava tentador e Camille não resistiu a vontade de se alimentar, olhou um, dois, três... O quarto humano lhe agradou, era um homem bonito e ele tinha olhos do tom favorito de Camille, castanho dourado, a fazia lembrar da sua vida, a mais de 2000 anos atrás.

Havia ido a outro lugar, tinha ordens a seguir, e não podia ficar lá, vendo um festival tolo como esse.
As ordens mudaram, e Camille sabia que aquele moleque, havia estragado tudo, inexperiente, ele não sabia ser discreto. Voltando a praça, notara o que havia acontecido, um a grande bagunça. Paasou por um grupo de humanos e puchou um com o braço.

- Me diga, agora, o que houve aqui? - Olhou nos olhos dele e sentiu a compulsão fazer efeito em instantes. O rapaz começou a descarregar uma quantidade desagradável de informações, Katherine, havia revelado a todos que era a irmã abandonada de Elena, quase riu da situação, achava que ela era uma vampira como ela mas pelas suas ações mais parecia uma criança mimada, e era é claro, já que não tinha os seus brinquedinhos particulares como antes. Havia sido informada da situação, os amores trocados e corações partidos de todos eles, precisava saber tudo, para os chantagear. Na verdade só um.

Não estava com muita pressa, preferiu apenas ver até onde Stefan iria, o que não foi tão longe como havia pensado. Lá estava ele, tentando bancar o herói e tentar matar a sua criadora, tolos, ele e seu irmão. Damon já estava com muitos, muitos problemas para uma vida só, e isso era algo atraente nele, mas não estava aqui por isso.

Viu quando ele recebeu a ligação, Camille avisou, é claro. E viu que ele estava realmente atordoado, tanto que quando viu a outra cópia, a mais desengonçada, ficou como um verdadeiro tolo apaixonado. Isso era triste, digamos assim. O moreno, Damon, foi lançado para longe e um outro rapaz apareceu, Camille suspirou, já havia dado tempo demais para a diversão das crianças. Foi caminhando silenciosamente, até para um vampiro, e foi se aproximando, quando notaram a sua presença, já estava perto de mais.

- Tente me matar de novo, e serie obrigada a arrancar seu coração, Stefan.

- E provavelmente, teria de arrancar o seu. - Disse numa voz calma, não olhou para nenhum deles, apenas para Stefan, o olhar que dizia que ele não poderia fugir dela. - Stefan, já te deixei brincar o suficiente por hoje, tenho tarefas a fazer e você está incluso nela, e é bom obedecer ao que ele falou. Ou a sua humana que irá pagar. - Sua voz dessa vez foi gélida, e então olhou para os outros, todos os olhares estavam direcionados a ela, todos racionando no que ela estava envolvida. - Eu não vou falar mais de uma vez.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Praça da Cidade - Página 7 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 7 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Praça da Cidade
Voltar ao Topo 
Página 7 de 19Ir à página : Anterior  1 ... 6, 7, 8 ... 13 ... 19  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Vampire Diaries Brasil RPG :: RPG The Vampire Diaries :: --
Ir para:  

A trama do fórum está disponível aqui(LINK).

O fórum está oficialmente aberto, e ele foi resetado ou seja: todos as vagas estão livre, os cannons e avatares foram deletados, assim como as fichas de personagens.

E agora nós criamos mais personagens que não fazem parte da série, e colocamos do jeito que nós queremos, vocês estão livres para pegarem os cannons que quiserem, contanto que falem com a Administração primeiro.