Site feito para fãs do seriado conversarem e jogarem RPG.
 
InícioInício  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 Praça da Cidade

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte
AutorMensagem
Caroline Forbes
Vampiro
Vampiro
Caroline Forbes

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 06/04/2011
Idade : 24
Localização : De frente pro PC

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 07, 2011 2:46 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Um lugar onde acontecem alguns dos festivais da cidade, podemos sempre encontrar com alguém conhecido, algumas lojas e um simples mercadinho onde todos compram as suas coisas de ultima hora, toda a cidade conhece o lugar.


Praça da Cidade - Página 15 Tumblr_mn168xq7PG1s7v08co2_500
some kind of happiness
Vampira. Controladora. Preferencia para Híbridos.


Última edição por Caroline Forbes em Qua Jun 29, 2011 1:51 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://thevampirediariesrpg.forumeiros.com

AutorMensagem
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 12, 2012 9:46 pm

O menino havia passado a manhã toda em casa, ia de um lado para outro esperando o irmão, que nunca chegava. Isso era uma das coisas que lhe irritava em Klaus, ele tinha a mania de desaparecer. Depois de muito tempo, Enoque desistiu de esperar e foi para o quarto, lá ficou por algum tempo. Klaus chega em casa e o chama para sair, rapidamente se arruma e segue o irmão.

Os dois caminharam por um tempo ate que chegaram a uma pequena praça. Enoque estava acostumado as praças alemães, cheia de bancos e gramados, mas essa era diferente, era pequena, com arvores e alguns bancos. Seguiu Klaus ate uma garota loira, que deveria ter a sua idade ou ser um pouco mais velha, o irmão lhe a apresentou a ela. En sorri. - Prazer, Enoque. - Repeti o nome.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Prim Rinaldi

Prim Rinaldi

Mensagens : 85
Data de inscrição : 08/02/2012
Idade : 20

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 12, 2012 10:00 pm




Prim Rinaldi


Olhei para o garoto e olhei para Klaus, dei um meio sorriso. Me levantei e fiz uma breve reverência, olhei para Klaus e lembrei de Mia.
Me virei para o irmão de Klaus, era melhor me apresentar, não quero dar a impressão de ser uma louca completa.

- Prim Rinaldi. - Eu não sabia mais como agir, tudo estava tão triste.

Respirei fundo e encarei Enoque, ele lembrava Klaus. Me perguntava se era bruxo também.
Olhei ao meu redor procurando Matt e Terry.

- Será que devo chamar Caleb também? - Perguntei mais pra mim mesma do que pra eles.

Voltei a mim mesma e olhei para Klaus.

- Desculpe pelo seu carro... - Percebi que era tudo minha culpa, não só o coma de Mia, mas o carro de Klaus também.

Me sentei novamente no banco e fiquei brincando com uma mecha de meu cabelo.

- Queria que fosse eu e não Mia... - As lágrimas logo apareceram, não queria chorar na frente de Enoque. Eu tinha que ser forte.

Voltar ao Topo Ir em baixo
John Terry
Hibrido
Hibrido
John Terry

Mensagens : 577
Data de inscrição : 24/01/2012
Idade : 26

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptySex Abr 13, 2012 11:11 am

Praça da Cidade - Página 15 Normal_soa101_0568
Fighting in the Darkness
Awakening, I open up my eyes, falling me, doom to this unlife


Chegou o mais rápido que pôde, de certo era um homem completamente diferente do que foi antes, e isso não se traduzia apenas pela grande mudança em sua aparência, mas também em sua personalidade. A expressão fechada e o ar pesado que carregava podiam ser sentidos de longe, os olhos eram como os de alguém que já perdeu o brio à vida, mas que continua lutando com um instinto assassino, um olhar até intimidador se for mais conveniente ver desse lado. Ele colocou algumas mechas do cabelo para atrás das orelhas e aproximou-se de todos que encontravam-se na praça. Prim, Klaus e um garoto que ele desconhecia, mas naquele momento a identidade de tal criança pouco importava. Ainda com a expressão fechada cumprimentou Klaus apenas com o olhar e um pequeno movimento com a cabeça, suas atenções foram totalmente para Prim.

- O que foi que houve? - brandou com uma voz altiva e olhando diretamente para a garota

Por dentro ele estava explodindo, se já era difícil inibir a fúria e agressividade ganhadas com o Crinos, mais difícil ainda era controlar-se depois de tornar-se um híbrido, claramente contra sua vontade, ele não entedia as transformações que estava passando, não tinha mais contato com Gaia, e a vontade que crescia em seu interior era causar uma matança e destruição sem precedentes em qualquer um que viesse em sua frente, mas talvez a notícia do estado de Mia tenha acordado seu lado mais humano, que ele optou por deixar para atrás em busca do poder do Crinos. A realidade é que ele estava tenso, e a cada instante que se passava ele lutava mais e mais para controlar a fera dentro de si.

Humor Tenso; Vestindo: Bermuda - Camiseta - Tenis
SUPER NOTES FROM HELL HERE!
Template by thepiscina from TdN.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed Crowley
Administrador
Administrador
Zed Crowley

Mensagens : 1624
Data de inscrição : 03/01/2012

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptySex Abr 13, 2012 6:00 pm




De volta à vida...

Por mais que tentasse, Zed não conseguia conter seu medo misturado com ansiedade o tornando quase que um paranóico, desconfiado de tudo e de todos, quem diria, o jovem brilhante e astuto com medo de alguma coisa. Pensava-se que era invencível e que nada o atingiria, até aquele momento, ou melhor até ao momento que a ficha caiu sobre o que estava acontecendo no baile. Desde então se afundou em grimórios e praticou magia junto com sua família, precisavam se proteger mutuamente e em família as coisas correriam melhor. Porem um fato intrigou-o bastante, o fato de Terry não ter caído como todos os outros, infelizmente sua mascara naquela noite havia caído e todos os bruxos sabiam que era um bruxo e naquele momento, Terry também tinha a certeza. Talvez se sentisse enganado ou traído, mas o certo é que deveria conversar com ele, ate por quê a dias que não o via, parecia ter evaporado do mapa. Uma caminhada pela rua talvez ajudasse a extravasar toda a tensão acumulada, estava com uma roupa normal do seu dia a dia, o único pormenor era o sobretudo grosso que usava, preto e com gola alta, dentro um par de estacas banhadas em extrato de verbada e um par de frascos contendo extrato de wolfsbane, afinal era lua cheia e nunca se sabia ao certo o que poderia encontrar e é claro, evitar lugares afastados, precisava estar no meio de multidões. Caminhava assim pela cidade ate se aproximar da praça onde pró vez estava um pequeno grupo de pessoas conhecidas. Não queria se misturar a eles e ter de fazer explicações óbvias de sua “raça”, no meio deles estava Terry, era o momento que precisava, deixou-se afastado próximo a uma árvore que dava auxilio cobrindo-o com sua sombra, olhou fixamente para o rapaz e lançou sobre ele uma pequena carga psciônica contra o mesmo, aquilo iria causar um desconforto em sua cabeça dando assim uma leve pontada como um dor de cabeça passageira, na verdade só queria a atenção do mesmo para que se aproximasse e pudessem conversar sem interrupções mas já que não tinha telepatia, teve de ser dessa maneira. Manteve-se assim calmo enquanto observava a movimentação a sua volta, todo cuidado era pouco ali em Mystic Falls, afinal,” a bruxa estava a solta”.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Klaus Kauffman
Administrador
Administrador
Klaus Kauffman

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 27
Localização : Nos seus piores pesadelos

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptySex Abr 13, 2012 11:50 pm

En se apresentou a Prim, a menina estava bem triste. Ela disse sobre chamar alguém, que Klaus não conhece, mas logo isso passa para logo passa para algo pior, ela lhe pede desculpas pelo carro. Um nó se forma na garganta dele. - Tudo bem, não foi culpa sua. - A resposta sai um pouco seca, mas Klaus não culpava ninguém, a não ser a si próprio, pelo que tinha acontecido. Ele poderia muito bem ter impedido Mia de sair, poderia ter levado para onde ela quisesse, daria dinheiro para ela se manter com Prim durante alguns messes, para ele não faria diferença, mas escolheu a comodidade de dar a ela a chave do carro. Uma arma, nas mãos erradas.

Ele olhou para ela e disse. - Talvez Enoque possa nos ajudar. - Diz, sabendo que o irmão não negaria ajuda, afinal o menino era louco por medicina e sempre se colocava acima dos demais. Um silencio incomodativo se formou, mas logo foi quebrado pela presença de Terry, Klaus deu um breve sorriso e balançou a cabeça para o lobo. Só que era possível sentir algo há mais, como se tivesse algo ali que não fosse normal dele, não o fato dele estar mais fechado, com um olhar a de certo modo hostil, mas algo que não era normal a sua especie, algo que todos achavam se impossível.

Teria que inconstar em Terry para ter certeza. Passou para o outro lado do lobo, e deu um tapinha em suas costas e foi como se a morte estivesse nele, não conseguia mais ver a ligação que os lobos tem com a terra, apenas a escuridão. Terry havia se tornado um Hibrido, mais um problema para a lista de Klaus, o bruxo não sabia a quanto tempo Terry estava assim, só sabia que havia sido após o Baile. Retirou tudo da cabeça, e suspirou ao ouvir a pergunta de Terry. - No baile, Mia pediu as chaves do meu carro e ... - Contei a ele tudo o que havia acontecido, teria sido demais para Prim, reviver tudo aquilo de novo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/giancamposm
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptySex Abr 13, 2012 11:58 pm

O pequeno bruxo, olhava do irmão para a menina, e escutava atentamente tudo o que eles falavam. Em certo ponto começou a sentir um desconforto, não sabia o que era, nunca havia sentido nada desse tipo, não era dor, mas sim uma sensação de que a natureza estivesse em crise. Aos poucos o corpo se acostumou a sensação, só que com a chegada de novo membro ao grupo, a sensação multiplicou-se infinitas vezes, queria poder ajudar a menina, mas não podia dizer anda na frente do homem loiro, viu Klaus dar um tapinha em suas costas e se sentou. Havia um espaço entre Prim e Klaus, mas preferiu sentar do outro lado de Prim, encostou em suas mãos e sorriu para ela. - Tudo vai ficar bem, eu prometo. - As palavras poderiam parecer um clichê, mas possuíam uma verdade inquestionável, se haveria alguém do grupo que pudesse salvar a irmã de Prim esse alguém seria ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
John Terry
Hibrido
Hibrido
John Terry

Mensagens : 577
Data de inscrição : 24/01/2012
Idade : 26

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyDom Abr 15, 2012 6:37 pm

Praça da Cidade - Página 15 Normal_soa101_0575
Fighting in the Darkness
Still I am, to turn and not to break,
I won't let go, let into my face...


Convenhamos que a situação já não era das melhores, com a atual situação contada, o estado de Mia só ajudou mais ainda a conturbar o mundo interior do filho de Gaia. John culpava-se pelo ocorrido com Mia, mas de certa forma ele tinha alguma parcela de culpa, poderia ter tentado mantê-la na festa ou qualquer coisa, que não a deixasse ir. Passou a língua nos lábios e a mão sob os cabelos, jogando-os para trás e mostrando apreensão, o que fazer? O que fazer quando a pessoa que você ama mais do que a própria vida, está caminhando sob uma fina, frágil e tênue linha entre a vida e a morte? 'Mãe, ajude seu filho nesses momentos de dor e dúvida...'; dizia em sua mente vislumbrando o céu, mas como sempre vinha ocorrendo desde que recebeu singeriu o sangue do Original, a conexão que ele tinha com a Mãe, outros garous e até mesmo com os espíritos parecia ter sido rompida, tudo o que sentia fora a fúria era alguma ligação com o original, que ele não sabia explicar.

Nem se deu conta quando o bruxo tocou seu ombro e nem mesmo perguntou-se quem era a outra criança próximo deles, John não fez perguntas nem questionamentos, um pequeno incômodo diferente lhe atingiu, como uma fisgada em sua cabeça que lhe deixasse com dores momentâneas, sacudiu a cabeça para se recuperar e no movimento acabou vendo um vulto na penumbra, o olfato denunciou, aquele cheiro era conhecido, seria Zed? Olhou para a pequena Prim aos prantos, para o garoto que nem sabia o nome meio perdido naquilo tudo, e para Klaus que poupava palavras. Abaixou a cabeça e deu as costas à ambos balançando a cabeça negativamente, apoiando as mãos na cintura, a face de reprovação era clara, e era justamente para si mesmo. 'Tem que existir uma maneira de tudo voltar ao que era...'; indagava-se durante a breve distância percorrida até Zed.

- Se tem algo a dizer é melhor que seja breve, ultimamente, paciência é o que me falta. - disse num tom um tanto rude, afinal o próprio humor foi alterado depois de tudo o que sofreu.


Humor Tenso; Vestindo: Bermuda - Camiseta - Tenis
SUPER NOTES FROM HELL HERE!
Template by thepiscina from TdN.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed Crowley
Administrador
Administrador
Zed Crowley

Mensagens : 1624
Data de inscrição : 03/01/2012

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyDom Abr 15, 2012 7:18 pm




The Prom...

O vento que por vezes se tornava forte açoitava a copa da árvore deixando que algumas folhas caíssem a volta do pequeno bruxo, Terry parecia ter visto sua presença ali e caminhava enquanto resmungava alguma coisa pelo caminho, revirou os olhos tentando afastar qualquer hipótese do que seriam aquelas palavras. Terry estava diferente, estava mais, como dizer; adulto? Seria essa a palavra certa para caracteriza-lo? Não sabia, apenas estava com algumas teorias, harmónios, academia, desleixo, preguiça, tudo isso eram viáveis mas a cada aproximação era mais fácil reparar que o corpo do mesmo estava mais trabalhado do que o normal para um jovem estudante finalista.

As palavras de Terry feriram seus probres sentimentos, ou não. Por mais que tenha sido um tanto impaciente, Zed suspirou ate o término da frase e analisando novamente que pela forma que Terry falava, algo estava errado.
No fundo você sabe que tenho, senão não teria vindo ate aqui Terry, e pouco me importa se está ou não com paciência, isso para mim é indiferente. Só queria saber o por quê de você não ter caído no baile como todos os outros, você não é um bruxo, só é um lobisomem, certo? O pequeno Zed parecia ter-se rebelado interiormente, seu olhar era desafiador juntamente com seu tom de voz, parecia que o tamanho de Tery não o intimidava ou será que é o fato de outros bruxos estarem ali prontos a intervir caso necessário? Como ficou de pé, sbe que estamos correndo perigo, todos nós que ficamos e vimos aquelas coisas falarem, você sumiu e pensei que tinha sido o primeiro a ser pego por eles, mas ainda bem que está bem, ou pelo menos aparenta isso. Só precisava esperar agora e obter uma resposta que lhe agradasse e que fosse no mínimo satisfatória. Manteve as mãos nos bolsos enquanto vigiava os demais na praça, não queria que eles fossem até lá, não ainda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
John Terry
Hibrido
Hibrido
John Terry

Mensagens : 577
Data de inscrição : 24/01/2012
Idade : 26

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptySeg Abr 16, 2012 8:04 am

Praça da Cidade - Página 15 Normal_soa101_0786
Fighting in the Darkness
I'm fighting the darkness, within me, can you hear my call?


Então, era só para saber o motivo pelo qual ele não foi abaixo junto dos demais no que ocorreu no baile, era uma explicação simples, ao menos simples para ele e todos os que dividiam seus votos, mas a simples lembranças do que ocorreu naquele dia, era capaz de mergulhá-lo em memórias agradáveis de um passado que não volta mais. Abriu um sorriso tímido no rosto, enquanto abaixou a cabeça e reservou-se ao silêncio, enquanto recordava a ligação que sempre manteve, desde seu nascimento, com Gaia, agora sem aquilo Terry parecia perdido e desnorteado, como um cristão que perde a fé e não tem mais nada para acreditar. - Naquele dia, eu tinha a mais poderosa força que enche a Terra sob minha guarda. - dizia respirando fundo e soltando o ar logo em seguida - Eu não caí, porque não fui feito para ficar de joelhos, mas sim para erguer a cabeça e sobrepujar meu oponente, e mesmo quando minhas forças não eram o suficiente, esse poder que rege o planeta sempre estava lá para me conceder suas bençãos. - viver sem Gaia era a mesma coisa que não viver, queria vingar-se do Original pelo o que fez, mas sentia como se estivesse a serviço dele.

- Nos dias em que eu sumi, não travei batalha não contra aqueles seres, mas contra os meus próprios demônios, e acredite se quiser, quando a venci eu poderia derrotar qualquer um em minha frente. Imagine um poder monstruoso percorrendo suas veias... - explicava sem manter o contato visual com o bruxo - Mas agora, eu não sei mais o que ou quem eu sou. Não me vejo com mais motivos para seguir em frente, fui renagado por minha tribo, minha raça e minha Mãe, mas ainda tenho um poder enorme dentro de mim, mas é algo vazio. Diferente de antes. - de costas para Zed, se o bruxo percebesse bem notaria uma leve tremedeira em ambas as mãos do lobo, somadas ainda a imença forla que o mesmo fazia ao cerrar os punhos, que resultava num ferimento auto-infligido, alguma gotas de sangue escorrendo pela palma de sua mão até encontrarem o solo da praça. Mesmo sem a benção de Gaia, sem sentí-la, ele ainda tinha toda a forla e fúria do Crinos, que dominara outrora. - Acredite se quiser bruxo, neste exato momento estou lutando contra eu mesmo, numa escuridão sem fim, apenas para segurar o impulso à bestialidade dessa força que ainda não dominei e que urra para que eu me solte e cause um genocídio nessa cidade. E eu não duvido que se abaixasse a guarda só um pouco, iria transformar isso tudo num pan-demônio... - encerrou suas palavras, talvez não fosse a explicação que Zed procurasse, talvez fosse até mais, o fato era que, John Terry, não era mais o lobisomem que foi, se ele voltaria ao normal, nada se sabe e pouco se acredita.

Humor Tenso; Vestindo: Bermuda - Camiseta - Tenis
SUPER NOTES FROM HELL HERE!
Template by thepiscina from TdN.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 4:05 pm







Complicated



Ashley não se sentia muito bem nos últimos dias, ela resolveu ir dar uma volta pela cidade, ela estava passando pela frente da praça, resolveu descansar um pouco e se sentou em um banco.
Ficou sentada lá por um momento esperando algo "inesperado" acontecer, mas nada acontecia. Um sorveteiro estava passando por la, ela resolveu comprar um, também era a única coisa inesperada.

- Um por favor. - Ela falou indo até ele.
- De que?
- Morango!? - Respondeu sem ânimo.
- Aqui. - Ele entregou o sorvete para ela.
- Brigada. - Ela respondeu enquanto pagava o sorvete.

Ela voltou para o banco onde antes estava.


-> vestindo


Template by Gabi

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 5:16 pm

Praça da Cidade - Página 15 Tumblr_m2lvb6V6WU1qzj2iro1_500
I'll stop the whole world...

...from turning into a monster!

Rose sentia um arrepio percorrer-lhe a espinha só de pensar que era noite de lua cheia. Ela desejava tanto ter uma vida normal, mas agora, tinha que arcar com as consequências. Precisava esfriar a cabeça, e ia aproveitar para conhecer a cidade, então, encaminhou-se para a praça de Mystic Falls. Desligou o celular antes que começasse a receber ligações desnecessárias de seus pais e o botou de volta no bolso, sentando-se em um banco aleatório, até finalmente perceber uma menina do seu lado, que pedia um sorvete.

- Eu vou querer um também. - a garota se manifestou, pegando algumas moedas em seu bolso. - De chocolate, por favor.
- Aqui. - o homem a entregou, estampando um sorriso amigável no rosto. Rose agradeceu, e logo o homem havia sumido pelo parque. Virou-se para a garota ao seu lado, esboçando o sorriso mais gentil que conseguira.
- Hoje é noite de lua cheia, né? - deu um longo suspiro, e olhou para o céu. Nunca foi boa em puxar assunto, mas ela tentava seu máximo. - Sou Rose. - sorriu, esperando por uma resposta.


tagged sorvete, ashley, lua ♫ ♪ place praça da cidade ♪ ♫ wearing aqui ♫ ♪ music nothing ♪ ♫ notes -
credits! template by thepisciana (Liz Williams) from @ TdN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 5:39 pm







Complicated



- Hoje é noite de lua cheia, né? - Uma garota loira perguntará para Ashley.
- Infelizmente é. - Ashley murmurou para que a garota ao lado não a escutasse.
- Sou Rose. - A loira se aparesentou.
- Ah! Eu sou... Ash, Ashley Carly Landon. - Ashley parou de tomar o sovete e estendeu uma de suas mãos para cumprimenta-la. - Prazer. - Ashley sorriu.

A lua logo iria aparecer pelo local, como sempre Ashley tinha que sair de la, ela não queria ferir ninguém de la.
Mas por outro lado, Rose, era uma das primeira pessoas que conversará com ela.
Ashley não queria ser grossa com ela, então resolveu começar a conversar.

- Então... Você é nova por aqui certo? - Ashley perguntou com o sorvete ja pela metade. - Estou certa?


-> vestindo


Template by Gabi
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 6:53 pm

Praça da Cidade - Página 15 9tO57
I'll stop the whole world...

...from turning into a monster!

- Infelizmente é... - ela murmurou, por mais que muito baixo, e Rose concordou mentalmente. - Ah! Eu sou... Ash, Ashley Carly Landon
- Prazer, Ash. - sorriu.

Finalmente notou que já estava anoitecendo, a lua apareceria a qualquer momento, e ela sabia que, alguma tragédia aconteceria se ela não saísse logo dali. Porém, fora Rose quem puxara assunto, seria horrível sair dali de repente. Olhou discretamente no relógio que se encontrava em seu pulso e cruzou as pernas; não faria mal esperar mais um pouco.

- Então... Você é nova por aqui certo? - Ashley perguntou. - Estou certa?
- É, sou sim. - Rose respondeu, jogando o palitinho do sorvete na lixeira ao lado do banco e entrelaçando seus dedos uns nos outros. - Você não parece ser nova por aqui.


tagged sorvete, ashley, lua ♫ ♪ place praça da cidade ♪ ♫ wearing aqui ♫ ♪ music nothing ♪ ♫ notes -
credits! template by thepisciana (Liz Williams) from @ TdN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 7:13 pm







Complicated



- Você não parece ser nova por aqui. - Rose respondeu para Ashley.
- Aham, faz algum tempo que me mudei para cá. - Ashley deu uma pausa para pensar direito no que diria. - E pelo incrível que pareça eu ainda não arrumei um lugar para ficar - Ashley riu dela mesma. - É... parece que a lua vai ser boa hoje. - Ashley sorriu.

Ashley e Rose não faziam a miníma de que as duas eram da mesma... "Especie".

- E você? Quer dizer... - Ashley pensou muito bem nas próximas palavras. - O que te trás a vim para Mystic Falls? Você tem cara de quem odeia cidades desse tipo.


-> vestindo


Template by Gabi
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
Prim Rinaldi

Prim Rinaldi

Mensagens : 85
Data de inscrição : 08/02/2012
Idade : 20

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyTer Abr 17, 2012 9:48 pm




Prim Rinaldi


Terry chegou no local, ele parecia nervoso. Eu não queria lembrar de tudo, mesmo que cada respirar meu lembrasse do ocorrido. Era como eu estivesse no local novamente. Respirei fundo, estava quase falando quando Klaus contou. Respirei mais aliviada. Eu o agradeci em pensamento.

Senti algo quente segurar minhas mãos e olhei para o lado. Enoque segurava minhas mãos, sorri de canto. Fiquei realmente feliz por ele estar aqui e por tentar me confortar.

- Não acho que será possível... O estado dela é grave. - Olhei para ele com uma tristeza e depois olhei para Klaus e Terry.

- É melhor eu ir visitar Mia... Querem ir junto? Ela ficaria feliz... - Se ela ao menos soubesse. Lágrimas estavam prestes a se formar, apertei a mão de Enoque. Olhei em seus olhos assustada.

- Desculpe... - Soltei minhas mãos da dele e sequei minhas lágrimas. Ele não deveria ter me visto chorar.

Senti falta de sua mão, era o meu único conforto desde o ocorrido. Uma raiva me subiu imediatamente.

- O pior é saber algo sobre medicina e não poder fazer nada! - Falei com raiva, olhando para todos.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Zed Crowley
Administrador
Administrador
Zed Crowley

Mensagens : 1624
Data de inscrição : 03/01/2012

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 5:16 pm




De volta a vida...

Tanta enrolação para pouco dizer, esses foram os primeiros pensamentos que surgiram na mente do jovem bruxo, estava sério enquanto calmamente ouvia as palavras do outro, por mais que ele explicasse não eram bem claras a sua explicação, ele parecia confuso, talvez desnorteado, precisaria ele de ajuda psiquiátrica? Não, do que ele estava precisando mesmo era de um bom descanso, não se lembrava com quem Terry morava ou o que fazia da vida, era estudante mas com essa sumida, duvido que voltasse para lá, afinal perdera muita coisa e seria no mínimo difícil de recuperar. Sem o interromper olhava para o céu se apercebendo da lua cheia que se aproximava do seu auge, talvez era hora de voltar ou quem sabe ficar mais um pouco ate o lobisomem se afastar dos demais da praça. Era inevitável não reparar na fúria que estava sentindo interiormente, mesmo que fosse uma incógnita para si, da mão do mesmo uma linha vermelha se formava e logo algumas gotas de sangue caiam sobre o chão, realmente alguma coisa estava errada, e era melhor se afastar o quanto antes. Bom Terry, acho que está na hora de você ir, não? Pelo que me esta dizendo, você já não esta com tanto controle como tinha antes. O nosso assunto por agora está terminado e quando voltar para ele, não diga que estava comigo, vamos evitar confusões. Ainda há muita coisa a ser explicada, mas vamos por partes, afinal não temos pressa, vou ser sincero e afirmar que não entendi muito do que explicou, mas sinto que descobrirei em breve o que realmente está acontecendo. Suas palavras foram sepultadas ali, nada mais fora dito, apenas o olhar de Zed se fazia brilhar a meio da luz quase inexistente, esperava agora que o outro partisse, não queria presenciar mais confusão, estava metido em algumas e precisava manter o anonimato. Se Terry tivesse mais algo a dizer, aquele era o momento, quem sabe algum detalhe ou palavra para clarear mais as suas ideias? Naquele momento as cartas foram lançadas, será Terry ainda um aliado ou agora estava por conta própria?

Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 7:27 pm

Praça da Cidade - Página 15 9tO57
I'll stop the whole world...

...from turning into a monster!

- Aham, faz algum tempo que me mudei para cá.- a loira respondeu. - E pelo incrível que pareça eu ainda não arrumei um lugar para ficar.
- Somos duas então. - Rose riu junto à Ashley.

Enquanto conversavam, Rose tentava ao máximo não pensar no que aconteceria se ela se atrasasse e acabasse se transformando ali mesmo. Apertou discretamente a barra do vestido azul e voltou-se para Ashley.

- E você? Quer dizer... O que te trás a vim para Mystic Falls? Você tem cara de quem odeia cidades desse tipo. - ela continuou.
- Aconteceu uns pequenos problemas onde eu morava. - Rose respondeu, mordendo o lábio inferior. - Certamente, aqui é bem diferente de lá. Mas eu gosto daqui. É calmo. - sorriu.

tagged sorvete, ashley, lua ♫ ♪ place praça da cidade ♪ ♫ wearing aqui ♫ ♪ music nothing ♪ ♫ notes -
credits! template by thepisciana (Liz Williams) from @ TdN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 8:18 pm







Complicated



- Aconteceu uns pequenos problemas onde eu morava. Certamente, aqui é bem diferente de lá. Mas eu gosto daqui. É calmo. - Depois de Ashley escutar aquilo de Rose ela começou a rir mentalmente.

"Quem é que vai chamar isso aqui de calmo?" Ashley pensou ainda rindo da garota ao lado.

- Que horas são? - Ashley falou se aproximando no relógio de pulso de Rose. - Não ja esta ficando tarde? Quer dizer... Você não deve ir procurar um lugar para passar a noite? Tipo, vai la na pensão da senhora Flowers!

É, o tempo não estava comperando com nada, as duas tava querendo se evitar, a lua ja iria aparecer e até agora nada.
A única pessoas em que Ashley confiou seu segredo foi Gaby, ela não sabia direita se devia ou não confiar em Rose.

- Se você quiser Rose ti levo lá. - Ashley sorriu. Ela quase estava se inrritando com o Tic Tac do relógio.

"Okay Ashley, se controla, não é o fim do mundo"


-> vestindo


Template by Gabi
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 8:38 pm

Praça da Cidade - Página 15 9tO57
I'll stop the whole world...

...from turning into a monster!

- Que horas são? - Ashley se aproximou do relógio de Rose. - Não ja esta ficando tarde? Quer dizer... Você não deve ir procurar um lugar para passar a noite? Tipo, vai la na pensão da senhora Flowers!
- Bem... - Rose engoliu à seco, pensando no que iria falar. Se ela fosse se hospedar na tal pensão sem dúvidas mataria todos os hóspedes, e ela não queria isso.
- Se você quiser, Rose, te levo lá. - ela se ofereceu, sorrindo, e Rosalinne forçou um sorriso.
- Eu não posso ir agora. - disse, entrelaçando seus dedos uns nos outros nervosamente. - Eu tenho que fazer uma coisa antes. - completou, com a voz um pouco trêmula. Olhou para o céu e se posicionou um pouco fora do banco, como se tivesse pronta para se levantar e correr caso algo acontecesse, pensando em alguma desculpa que não soasse esfarrapada pra sair dali.

tagged sorvete, ashley, lua ♫ ♪ place praça da cidade ♪ ♫ wearing aqui ♫ ♪ music nothing ♪ ♫ notes -
credits! template by thepisciana (Liz Williams) from @ TdN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 9:18 pm


Praça da Cidade - Página 15 Tumblr_lykk26BgcV1r5whwfo1_500
Complicated




- Eu não posso ir agora. - Ela falou entrelaçando os dedos dela nervosadamente. - Eu tenho que fazer uma coisa antes. - Completou, com a voz um pouco trêmula. Olhou para o céu e se posicionou um pouco fora do banco, como se tivesse pronta para se levantar e correr caso algo acontecesse, pensando em alguma desculpa que não soasse esfarrapada pra sair dali. Rose começou a agir estranhamente.
- O que? Quê que você ta tentando fazer? Digo... Você vai aonde? Nem vai ficar mas um pouquinho? - Ashley ja descobriu o que a loira estava tentando fazer. Ela estava tentando fazer o mesmo que Ashley iria fazer. Agora não faltava mas duvidas.

"Ela também é! Que legal!"

- Eu sei o que você ta tentando fazer! Eu não contei? Eu também sou. - Ashley suspirou fazendo uma pausa dramática. Werewolf - Logo em seguida Ashley começou a rir sem motivo algum.



XoXo @ Madeline




Última edição por Ashley C. Landon em Qui Abr 19, 2012 7:33 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
John Terry
Hibrido
Hibrido
John Terry

Mensagens : 577
Data de inscrição : 24/01/2012
Idade : 26

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 9:50 pm

Praça da Cidade - Página 15 Normal_soa101_0407
Fighting in the Darkness
Feels like a frozen, under my skin, I'm forever lost. Here in the shadows, in the twilight…


Explicações a parte aquilo não parecia ir muito para frente. Terry permaneceu de costas para Zed, por algum momento seus olhos voltaram-se a Lua que já aparecia com algum destaque maior no céu que aos poucos era tomado pelo seu tom de escuridão natural de quando as trevas cobrem o planeta. Não havia meio de explicar o que ele queria de um modo mais natural e rebuscado, a situação exigia palavras simples para expor a situação de vez. As mãos dele já paravam de sangrar, sem deixar mais uma gota sequer cair sobre o gramado em volta, ele então virou-se para Zed fitando-o nos olhos. Destaquemos as orbes de John que pareciam um meio termo entre o cinza bem claro e o branco, quando ele disse estar lutando contra si mesmo não era apenas uma metáfora. – Eu estou sozinho Zed. Depois que bebi o sangue do tal Klaus não tenho mais acesso ao mundo dos espíritos, e minha ligação com Gaia parece ter sido cortada, ao mesmo tempo sinto um estado de submissão aquele homem. – comentou sem nem piscar, o tom de suas palavras era claro, ele não estava tibetiando, e as que viriam em seguida seriam mais importantes ainda. – O problema não é comigo, nem com o que estou para enfrentar, só consigo pensar na situação da Mia. Portanto se puder ajudar de qualquer forma, sabia que estarei em débito contigo. – a verdade era que John não sabia se poderia confiar em Zed ou não, ele mentiu uma vez e poderia mentir novamente, mas o antigo Garra Vermelha sentia algo como prepotência de que se precisasse combater o bruxo, a ferocidade guardada em si lhe garantiria a vitória, por isso ele não preocupava-se em se lançar mais e mais às situações preocupantes.

Tocou o ombro de Zed com mão direita e o apertou não o bastante para causar alguma dor, mas apenas o suficiente para que ele colocasse em xeque a atenção e intuito do interesse do bruxo. – Não sei até quando vou manter minha sanidade sobre minha fúria, mas vou fazer tudo o que estiver ao meu alcance. Se conseguir salvar Mia, você não ganhará um amigo, um parceiro quissá um aliado, você ganhará um cão de guarda. – frizou bem a entonação de cada palavra para que não restassem dúvidas sobre suas intenções. Para alcansar o Crinos precisou abandonar seus sentimentos mudanos, mas agora o que os humanos chamavam de amor parecia lançar a corda para tentar resgatár-lhe. – Terminamos por aqui, prove-me que é merecedor de minha confiança, ou ao menos que pode salvar uma vida senão a sua própria. Só não se esqueça Zed, nenhum de nós dois nos encontramos em posição de picuinhas, não sou uma marionete. – só então deu as costas ao homem que um dia ele chamou de amigo, mas agora o lobo que apesar de mais híbrido que lobo, sabia que podia contar com poucos e Zed não fazia parte dessa lista, ao menos por enquanto.

Aproximou-se de Klaus e Prim, fez questão de tentar relaxar um pouco mais para parecer o menos ameaçador o possível, era verdade que agora ele era uma bomba sem prazo para detonação, o corte do fio errado poderia resultar numa catástrofe. O auto-controle ainda se fazia presente, mas a questão era até quando ele poderia mantê-lo, e mesmo que mais e mais problemas fossem jogados sob suas costas cansadas, ele não escondeu a preocupação ao vez Prim prestes à derrubar lágrimas. O garoto ao seu lado parecia não saber dizer palavras que pudessem confortá-la, Klaus mantinha-se em silência e dificilmente o próprio Terry poderia dizer algo que amenizasse a dor que a pequena garota sentia. Ele estava mais frio, calculista e agressivo, parecia ter perdido todas as virtudes que tinha no passado, mas quando a situação pedia ele deveria saber se adequar à ela. Sentou-se ao lado de Prim e abaixou a cabeça, daria a própria vida se pudesse em troca da de Mia, mas aquilo parecia fora de seu alcanse. – Enxugue suas lágrimas Prim. Sua irmã está travando uma batalha solitária, mesmo que nos esforços a ajudem só ele pode decidir se quer transitar entre os vivos e os mortos, só espero que ela saiba que nada é mais forte que a vontade de viver. – o contado visual era uma coisa importante a ser mantida, ele mal confiava em si naquele momento, então não tinha a confiança para encarar alguém nos olhos. Levantou-se dando dois tapinhas leves sobre o ombro da jovem. – Só podemos acreditar na força de vontade dela. Não é hora de sermos um daqueles que são confiados, mas sim de sermos aqueles que confiam, portanto para de aguentar essa dor sozinha. Dor não é algo que se aguenta, é algo que se expressa. Se estiver doendo, diga que doí! – nada mais tinha declarar, na verdade, ele já tinha falado até demais...


Humor Tenso; Vestindo: Bermuda - Camiseta - Tenis
SUPER NOTES FROM HELL HERE!
Template by thepiscina from TdN.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQua Abr 18, 2012 10:02 pm

r"]
Praça da Cidade - Página 15 9tO57
I'll stop the whole world...

...from turning into a monster!

Ashley começou a tacar várias perguntas. Rose já não conseguia nem raciocinar direito, o nervosismo não a permitia.

- Eu sei o que você ta tentando fazer! Eu não contei? Eu também sou. - a garota fez uma pausa dramática, e Rose arregalou os olhos. - Werewolf
- Tá falando sério? - Rose indagou, um pouco incrédula.

Por algum motivo se sentia extremamente aliviada, como se tivesse tirado um peso das costas. Ashley começou a rir, e Rose instantaneamente começou a rir junto.

- Eu me sinto mais... - entortou a boca, medindo as palavras. - Aliviada, eu acho. - ela sorriu, se levantando do banco. - Se é assim eu acho melhor a gente... sabe... - ela fez uma careta, olhando para a lua, que já estava quase em seu ápice.

tagged sorvete, ashley, lua ♫ ♪ place praça da cidade ♪ ♫ wearing aqui ♫ ♪ music nothing ♪ ♫ notes -
credits! template by thepisciana (Liz Williams) from @ TdN

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ashley C. Landon
Hibrido
Hibrido
Ashley C. Landon

Mensagens : 1494
Data de inscrição : 27/08/2011
Idade : 22
Localização : Mystic Falls

Ficha do personagem
Nivel: Médio

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 19, 2012 7:51 pm


Praça da Cidade - Página 15 Tumblr_locpqtsMVS1qdczv2o1_400
Complicated




- Tá falando sério?
- Não, não! É apenas só mais uma história de terror que escutava desde criança. - Ela brincou um pouco com a surpresa da nova amiga.
- Eu me sinto mais... - Rose ainda pensava em que palavras ela poderia falar. - Aliviada, eu acho. - Rose sorriu se levantando do banco logo seguida por Ashley. - Se é assim eu acho melhor a gente... sabe...
- Oh! Ah, claro mas... Para onde?

Elas deviam ir para algum lugar afastado da cidade, a Igreja em Ruínas, o Cemitério ou algo do tipo.
Um lugar onde elas não poderiam machucar ninguém.

- Lugar distante, ai vamos nós! - Ashley falou brincando, para tirar os pensamentos horríveis de destruição que poderia acontecer ali na praça.



XoXo @ Madeline


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://human-connect-to-human.tumblr.com/
Klaus Kauffman
Administrador
Administrador
Klaus Kauffman

Mensagens : 2274
Data de inscrição : 28/12/2011
Idade : 27
Localização : Nos seus piores pesadelos

Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 19, 2012 8:30 pm

Klaus olha de Enoque para Prim, a principio a garota estava controlada, mas logo depois soltou a raiva que continha em seu peito. Klaus sabia que o irmão poderia ajuda-la. Aproveitando o momento em que Terry havia ido falar, cuja presença Klaus só reparou quando o lobo seguiu ate o bruxo, para dizer que o que tinha em mente. - Prim, meu irmão pode ajudar a Mia, ela já fez isso antes, e pode fazer de novo. - A menina ficou um pouco surpresa, e um tanto relutante em acreditar que alguém poderia fazer algo em relação a Mia.

Terry voltou e disse algumas coisas que Prim necessitava escutar, talvez se fosse ele falando não usaria o tom de voz usado por Terry, mas não iria julgar ninguém. Então Prim disse que iria ao hospital. Klaus se levantou. - Enoque e eu iremos com você. - Disse a menina, olhou para Terry. - Você vem? - Perguntou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://www.facebook.com/giancamposm
Convidad
Convidado



Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 EmptyQui Abr 19, 2012 8:40 pm

Enoque Kauffman
Vida ou Morte

Enoque sentiu a menina retirar as mãos das dele, e sentiu falta do calor que elas geravam. Deixou que a menina extravasasse toda a raiva e angustia contida. Quando pensou em dizer algo, seu irmão disse na frente. Prim olhou para ele, como se perguntasse como ele iria ajudar Mia, ele sorriu e respondeu. - Assim como meu irmão eu sou um bruxo. - Disse a ultima parte, em um sussurro. - E minha especialidade é feitiços de cura. - Disse.

Enoque contou a Prim como havia salvo, vidas que haviam sido desengadas pelos médicos. Contou a Prim, que havia herdado o dom da cura de seu pai, e Klaus o ilusionismo de sua mãe. Logo o lobo, amigo de Klaus, chega. O pequeno bruxo imaginava que ele havia escutado tudo, mas sabia de certa forma que isso não seria problema. Assim como Klaus se levantou e olhou para Prim. - Vamos. - Disse dando a mão para ela segurar.



Última edição por Enoque Kauffman em Seg Abr 23, 2012 5:10 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




Praça da Cidade - Página 15 Empty
MensagemAssunto: Re: Praça da Cidade   Praça da Cidade - Página 15 Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Praça da Cidade
Voltar ao Topo 
Página 15 de 19Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17, 18, 19  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
The Vampire Diaries Brasil RPG :: RPG The Vampire Diaries :: --
Ir para:  

A trama do fórum está disponível aqui(LINK).

O fórum está oficialmente aberto, e ele foi resetado ou seja: todos as vagas estão livre, os cannons e avatares foram deletados, assim como as fichas de personagens.

E agora nós criamos mais personagens que não fazem parte da série, e colocamos do jeito que nós queremos, vocês estão livres para pegarem os cannons que quiserem, contanto que falem com a Administração primeiro.